Baixada Santista

Baixada Santista soma 2,2 mil casos de dengue e 1,1 mil de chikunguya em 2021

Explosão no número de casos tem preocupado as autoridades municipais

09 de abril de 2021 - 18:16

João Pedro Bezerra

Compartilhe

Além da Covid-19, a Baixada Santista precisa lidar com uma explosão de casos de dengue e chikunguya. Até o momento já foram registrados oficialmente 2.211 casos de dengue e 1.121 de chikunguya. O número pode ser ainda maior já que a Prefeitura de Peruíbe não informou os dados de março e muitas pessoas que estão com a doença deixam de ir às unidades de saúde, por conta do medo da Covid-19.

Santos, São Vicente e Guarujá são as cidades com mais casos da doença. Para se ter uma ideia, em Santos, já foram contabilizados 585 casos de chikunguya e 241 de dengue. Nesta semana, houve a primeira morte confirmada por chikunguya no município.

De acordo com a chefe do Departamento de Vigilância em Saúde de Santos, Ana Paula Valeiras, um dos motivos para o atual cenário é a falta de limpeza nas residências “Com a pandemia, as pessoas estão mais em casa, porém é preciso ter atenção ao mosquito Aedes Aegypti, não deixando água parada nos vasos de planta e nos recipientes da geladeira”.

Além disso, Ana Paula afirmou que a Prefeitura tem realizado mutirões nos bairros ao longo do ano e o fumacê está passando em diversas ruas para a nebulização.

A cidade com mais casos de dengue na região é São Vicente com 685 infectados e 152 notificações de chikunguya.

Já Guarujá conta com 477 casos de dengue e 357 de chikunguya.

Outras cidades

Os outros municípios da Baixada Santista também contam com um número elevado de notificações de dengue, sobretudo quando se compara os dados com o mesmo período do ano passado, a chikunguya tem um número bem menor nessas cidades, porém o cenário é preocupante, pois os casos de chikunguya eram raros na Baixada.

As prefeituras destacaram que tem realizado mutirões e ações no combate ao mosquito.

É importante frisar que as pessoas devem procurar atendimento médico, caso tenham sintomas da dengue que podem ser confundidos com a Covid-19, como febre alta.

Casos por município

  • São Vicente – 682 de dengue e 152 de chikunguya

 

  • Guarujá – 477 de dengue e 357 de chikunguya

 

  • Cubatão – 342 de dengue e 19 de chikunguya

 

  • Santos – 241 de dengue e 585 de chikunguya

 

  • Praia Grande – 169 de dengue e 5 de chikunguya

 

  • Itanhaém – 131 de dengue e 0 de chikunguya

 

  • Bertioga – 82 de dengue e 2 de chikunguya

 

  • Mongaguá – 63 de dengue e 1 de chikunguya

 

  • Peruíbe – 24 de dengue e 0 de chikunguya (dados apenas de janeiro e fevereiro)

 

  • Total:  2.211 casos de dengue e 1.121 casos de chikunguya

LEIA TAMBÉM: