Foto: Divulgação

Santos

01 DE DEZEMBRO DE 2015

Banho e tosa de animais devem ser monitorados por câmeras

Os locais que prestam o serviço devem instalar obrigatoriamente câmeras de monitoramento

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

A Prefeitura de Santos passa a intensificar a fiscalização dos estabelecimentos comerciais que prestam serviço de banho e tosa de animais. Por lei, esses locais devem instalar câmeras de monitoramento de imagens nos espaços onde os serviços forem executados. É o que prevê a Lei Complementar 834/2014, que ainda obriga o arquivo das imagens gravadas pelo prazo mínimo de 30 dias.

O decreto 7.291, de 27 de novembro, publicado na última segunda-feira (30), no Diário Oficial, prevê que a fiscalização dessa legislação compete agora ao Departamento de Fiscalização Empresarial e Atividades Viárias (Defemp), ligado à Secretaria Municipal de Finanças.

Além de fazer visitas periódicas nesses locais para verificar o cumprimento da legislação, fiscais do Defemp vão inspecionar se nas imagens constam a data e o horário da respectiva gravação, conforme prevê a lei.  O não cumprimento desta obrigação irá gerar intimações e posteriores autuações em eventuais casos de persistir o descumprimento.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.