Meio ambiente

Cetesb prossegue atuando em terminal portuário em Santos

O procedimento de nebulização gerou efluente contaminado com amônia, que alcançou a canaleta de águas pluviais, atingiu o estuário. Pelo menos, 10 mil litros de efluentes foram retirados.

29 de abril de 2020 - 13:49

Da Redação

Compartilhe

A Cetesb Cubatão informa que prosseguem os trabalhos emergenciais no Tiplam, da empresa portuária VLI.

Ações de controle e fiscalização, tais como a apuração do total de efluente gerado, inventário do volume de amônia vazada para o ambiente e conclusão do acidente estão em andamento.

Na terça (27), foi constatado que o vazamento ocorreu em uma válvula de segurança do amonioduto durante transferência de rotina.

Confira reportagem publicada no Boqnews, inclusive com a posição da empresa.

A equipe de brigada e operacional fizeram a nebulização com água de incêndio sobre a válvula.

O tanque constava com 550 toneladas de amônia no momento da ocorrência.

O procedimento de nebulização gerou efluente contaminado com amônia, que alcançou a canaleta de águas pluviais, atingiu o estuário.

A Cetesb solicitou a remoção do efluente contaminado com caminhões de sucção à vácuo, que deverão ser mantidos nas áreas da canaleta, na vala próximo ao compressor de amônia e adjacências enquanto permanecer a nebulização com água de incêndio .

Até o momento foi recolhido pelo menos um caminhão com 10m³ de efluente gerado, que deverá ser encaminhado para local devidamente licenciado.

LEIA TAMBÉM: