Oportunidades

Coca-Cola abre inscrições para Coletivo Online voltado a jovens de 16 a 25 anos

Os requisitos são ter concluído o ensino médio ou estar cursando e possuir um número de WhatsApp, já que o curso é 100% online e será transmitido pelo aplicativo

07 de abril de 2021 - 16:11

Da Redação

Compartilhe

Estão abertas as inscrições para o “Coletivo Online”, programa de empregabilidade realizado pelo instituto Coca-Cola Brasil em parceria com a Coca-Cola FEMSA Brasil, maior engarrafadora de produtos Coca-Cola no mundo em volume de vendas.

A iniciativa tem como objetivo conectar jovens de 16 a 25 anos, moradores de comunidades a oportunidades no mercado de trabalho por meio de uma rede de cerca de 400 parceiros empregadores.

Para participar, os requisitos são ter concluído o ensino médio ou estar cursando e possuir um número de WhatsApp, já que o curso é 100% online e será transmitido pelo aplicativo.

Os interessados devem se cadastrar até o dia 16 de abril por meio do link: http://www.lys.academy/coletivo/insc

O conteúdo do Coletivo Online é focado em temas do mundo do trabalho, elaboração de um plano de vida, planejamento financeiro, construção de currículo e como se preparar para entrevistas e processos seletivos.

Dessa forma, quem assistir às videoaulas e fizer as atividades práticas recebe um certificado de conclusão e, ao final do curso, os participantes são convidados a se cadastrarem nas comunidades de vagas do programa, podendo se candidatar aos processos seletivos de uma rede de parceiros empregadores.

Criado em 2009, o projeto Coletivo Jovem visa conectar jovens moradores de comunidades urbanas de baixa renda com oportunidades no mercado de trabalho por meio da inspiração e do empoderamento.

 

Coca-Cola Femsa: vagas para jovens Foto: Divulgação

 

Ação que gera impactos positivos

Assim, desde o início de sua implementação, em 2009, a plataforma Coletivo já impactou mais de 256 mil jovens em comunidades brasileiras espalhadas em 22 estados mais o Distrito Federal – incluindo as suas duas versões: o Coletivo Jovem, com aulas presenciais, e o Coletivo Online, com turmas 100% digitais.

Desses, mais de 77 mil tiveram acesso ao mercado de trabalho. Apenas em 2020, se formaram nas aulas dos programas presencial e online 7.500 pessoas, sendo 68% negras e 70% mulheres.

Assim, de acordo com a pesquisa da Plan Avaliação, 41% dos participantes do Coletivo Jovem interessados em oportunidades de emprego estavam inseridos no mercado de trabalho até seis meses depois da conclusão do curso.

Já no caso do Coletivo Online, 78% dos jovens acreditam que o curso contribuiu para o desenvolvimento pessoal. A taxa de empregabilidade para os inscritos neste formato será aferida em 2021.

LEIA TAMBÉM: