cidades

Condesb aprova liberação de R$ 940 mil para sinalização e equipamentos turísticos

Em reunião do Condesb (Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista), nesta terça-feira (9) na Agem (Agência Metropolitana),…

10 de novembro de 2010 - 10:32

Da Redação

Compartilhe

Em reunião do Condesb (Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista), nesta terça-feira (9) na Agem (Agência Metropolitana), na Vila Mathias, foi aprovada a liberação de R$ 941.383,91 do Fundo Metropolitano para três propostas de Santos.

Os recursos serão aplicados em projeto de sinalização turística para pedestres (R$ 100 mil) e na aquisição de equipamentos para modernização do Orquidário Municipal (R$ 651.785,21) e adequação dos setores de medicina veterinária, biologia e educação ambiental do Aquário (R$ 189.598,70).

Segundo o prefeito João Paulo Tavares Papa, as placas turísticas para pedestres serão bilíngues e instaladas inicialmente na orla e Centro Histórico, onde é maior a concentração de turistas. “Temos apenas placas para carros, mas muitas pessoas se locomovem a pé e precisam de orientação para chegar aos pontos turísticos”, disse Papa. Com relação ao Orquidário e Aquário, a modernização beneficiará o atendimento de animais silvestres e marinhos apreendidos ou encontrados na região.

Câmara temática

Foi aprovada também proposta da Prefeitura de Santos de criação da Câmara Temática de Desenvolvimento de Políticas de Transporte Hidroviário. O potencial da região para o uso das hidrovias vai além do transporte de passageiros, de acordo com o prefeito. Devido à saturação das vias de acesso terrestre, também podem servir ao transporte de cargas e assim potencializar o sistema portuário. Técnicos da Secretaria de Assuntos Portuários e Marítimos irão representar a administração municipal na câmara regional.

Outras propostas

No encontro houve ainda a aprovação da liberação de R$ 1.006.550,00 do Fundo Metropolitano, para estender a todas as cidades da região o projeto Praia Acessível (iniciativa do governo estadual que proporciona acesso ao mar para pessoas com deficiência), na presença do secretário estadual adjunto dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Marco Pellegrini.

A verba será aplicada na compra de esteiras e barracas receptivas. Cerca de 200 cadeiras anfíbias estão disponíveis para o projeto, lançado no início do ano de forma pioneira em Santos, Praia Grande e Ilhabela. Outra deliberação foi a realização do Fórum Metropolitano do Idoso, dia 7 de dezembro, em local a definir. São esperados mais de 800 participantes.

LEIA TAMBÉM: