Foto: Divulgação

Baixada Santista

21 DE JUNHO DE 2016

Confira dez estatísticas curiosas sobre o outono de 2016

Segundo o levantamento da ONG Amigos da Água, a região não sofria tantos dias consecutivos de frio há 22 anos

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Veja o levantamento do diretor da ONG Amigos da Água, Rodolfo Bonafim, sobre o outono deste ano na Baixada Santista.

1: Abril de 2016, foi o “abril” de maior média de temperaturas máximas e mínimas dos últimos 20 anos;

2: Abril de 2016 conquistou o título de “abril mais seco dos últimos 20 anos”. A média de chuva neste mês para Santos é de 194 milímetros por metro quadrado, porém choveu somente 38 milímetros, ou seja, cerca de 19,5% apenas da média;

3: Desde o finalzinho de abril até final de maio, o frio predominou na maior parte dos dias de maio (houveram escassos períodos de temperaturas amenas);

4: Os vinte primeiros dias de junho foram todos (com maior ou menor intensidade) de frio continuado. Até agora, junho sofreu entrada de sucessivas frentes frias e suas respectivas massas de ar polar – cada massa que entrava na Baixada Santista encontrava uma atmosfera bem resfriada – portanto, foi frio sobre frio;

frio

5: Nos 22 anos de observação e monitoramento climático de Santos e região, a Climatologia Amigos da Água, ainda não havia registrado tantos dias sucessivos de frio;

6: Devido à forte magnitude da massa polar de meados da semana passada/início desta, as águas do Oceano Atlântico resfriaram-se ao nível que seria de se esperar para final de julho/início de agosto. Resultado imediato: assim que o ar polar se dissipou, um ar mais aquecido e seco do interior do continente, descendo a serra, encontrou a lâmina de água superficial do oceano e entrou em condensação, provocando forte nevoeiro de mar (ou de advecção), que na última sexta-feira (18), criou muita dificuldade de navegação no Estuário de Santos e no Canal de Bertioga, fenômeno muito mais comum de ocorrer em meados de julho/agosto;

7: A massa de ar polar da semana passada/início desta, foi excepcional – atípica e fora de época para a região. Embora, em julho de 1994 (há 22 anos), a mínima na Base Aérea tenha atingido somente 5ºC e na área urbana de Santos (Estação da ONG Amigos da Água na Vila Belmiro), 8,5ºC, a massa polar da época não persistiu por tantos dias como dessa vez;

8: Já este ano, somente em junho, os sensores da Estação da ONG Amigos da Água, detectaram cinco dias com máximas abaixo dos 20ºC em Santos. Para efeito de comparação, em 2015, só ocorreram três dias com máximas abaixo dos 20ºC durante todo o ano;

9: A menor mínima neste ano até o momento, em Santos, na Vila Belmiro, foi de 10,2ºC, no dia 17 deste mês;

10: A menor máxima de 2016 até agora neste ano em Santos, foi de 18,2ºC, na última segunda-feira (20).

 

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.