Política

Deputados da região são contra a antecipação do feriado de 9 de julho

Parlamentares temem a aglomeração de turistas na região

20 de maio de 2020 - 16:29

João Pedro Bezerra

Da Redação

Compartilhe

O Mega feriado proposto pelo governo estadual de São Paulo tem causado polêmicas e controversas.

Um dos motivos de contrapontos é o fluxo de pessoas que vão para os municípios litorâneos. Dessa forma, as Cidades da Baixada Santista pediram ajuda ao governo paulista na realização de bloqueios para evitar uma invasão de veículos.

Além disso, os prefeitos da região não anteciparam os feriados.

O governador João Doria anunciou a antecipação dos feriados de Corpus Cristi e Consciência Negra para hoje (20) e amanhã (21) respectivamente, o feriado de 9 de julho que celebra a Revolução Constitucionalista de 1932 também pode ser alterado para a próxima segunda-feira, mas depende da aprovação dos deputados estaduais.

A votação acontecerá na tarde de quinta-feira (21) em sessão por videoconferência, após a aprovação deste regime de urgência.

Os quatro deputados estaduais da Baixada Santista: Kenny Mendes-PP; Caio França-PSB; Tenente Coimbra-PSL e Paulo Corrêa Jr-DEM  são contra a proposta de antecipação do feriado.

Opiniões

Em um texto publicado nas redes sociais, Kenny Mendes-PP destacou a preocupação com a vinda de turistas para a região “Por mais que o Governo garanta que o Sistema Anchieta / Imigrantes possa ser bloqueado e o acesso será apenas para moradores da Baixada, ou então que cada prefeitura faça o seu bloqueio, todos sabemos que muitas pessoas possuem imóveis de veraneio em Santos, Praia Grande, Guarujá, etc… E poderão descer do mesmo jeito, possuem comprovantes de residência da região e pagam IPTU; este risco não podemos correr, precisamos pensar na vida da nossa população e até preservar a vida também daqueles que pretendem descer”, destacou Kenny.

Já o deputado Caio França-PSB abordou que as cidades dependem do turismo nos feriados, mas agora não é o momento de receber as pessoas devido a pandemia do novo coronavírus.

Caio também citou os dados de ocupação nos hospitais da Baixada Santista que ultrapassam os 70% de ocupação.

Tenente Coimbra do PSL considera absurda a antecipação dos feriados, pois entende que, ao contrário do que se espera, as pessoas não ficarão em suas casas, mas enxergarão uma oportunidade para viajar durante os seis dias. O parlamentar diz que a medida do governador João Doria e do prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas, é impensada e, por isso, votará contra. Esse mega feriado, assim como a mudança no rodízio, prejudicará ainda mais a população e aumentará a propagação do vírus.

Por último, o deputado Paulo Correa Jr- DEM destacou que não foram apresentadas soluções efetivas para coibir que a população não venha para o litoral. Além do mais com este adiantamento de feriado tiramos a oportunidade do comerciante, teoricamente na data de 09/07 será quando a economia estará voltando e uma oportunidade que deixaremos de ter para um movimento maior .

 

 

 

 

LEIA TAMBÉM: