Baixada Santista ganha 18 mil novos eleitores em dois anos | Boqnews
Urna eletrônica/Foto: Divulgação Eleições 2018

Eleições 2020

20 DE AGOSTO DE 2020

Baixada Santista ganha 18 mil novos eleitores em dois anos

O crescimento do total de eleitores em dois anos deve-se em especial a Praia Grande, que aumentou de 213.666 para 226.260 eleitores – alta de 12,2%

Por: Fernando De Maria

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Nas eleições municipais de novembro, 1.371.693 eleitores estarão aptos a exercer o seu direito ao voto entre as nove cidades da Região Metropolitana da Baixada Santista.

Os números finais foram divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral.

As eleições marcadas para 15 de novembro vão eleger prefeitos e vereadores.

Em cidades com possibilidade de segundo turno, a data será 29 de novembro.

Na região, quatro cidades têm acima de 200 mil eleitores e poderão ter segundo turno: Santos, São Vicente, Praia Grande e Guarujá.

Na comparação entre a eleição passada (2018) para a atual houve um crescimento de 18.267 eleitores – quase o total de eleitores da cidade paulista  Brodowski, terra do pintor Portinari.

 

Eleitores representam 4% no Estado

Eram 1.353.426 em 2018 e agora 1.371.693.

Equivalente a 4,08% do total de eleitores do Estado de São Paulo.

Na comparação com as últimas eleições municipais, em 2016, a diferença é ainda maior: eram 1.332.885 eleitores aptos

O crescimento do total de eleitores em dois anos deve-se em especial a Praia Grande, que aumentou de 213.666 para 226.260 eleitores em apenas dois anos – alta de 12,2%.

Assim, na comparação com 2016, o crescimento é ainda mais expressivo – quase 25 mil novas pessoas aptas a votar. Há quatro anos, eram 201.571.

Portanto, as elevações de eleitores em dois anos também foram expressivas nas cidades do litoral sul (Itanhaém, + 10%; Peruíbe, + 7,7%, e Mongaguá, + 10,2%), além de Bertioga (+ 8,5%).

Por sua vez, três cidades ‘encolheram’  neste período.

Dessa forma, Guarujá perdeu 0,3% dos eleitores, caindo de 226.660 em 2018 para 224.819 agora.

Por sua vez, São Vicente, de 254.057 para 252.146 (-1,7%).

Além de Cubatão, que tinha 96.250 eleitores em 2018 e agora 93.568 (redução de 3,8%).

Aliás, ambas são as cidades que mais têm perdido eleitores nas últimas eleições.

Assim, em quatro anos, São Vicente perdeu 4.370 (- 1,7%) e Cubatão, 3.730 (- 3,8%).

 

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.