Obra

Inaugurada, nova entrada inova com forma de ‘boas vindas’ a quem chega a Santos

Um show de luzes atrai aqueles que chegam a Santos em razão da nova obra entregue nesta sexta-feira.

14 de agosto de 2020 - 21:23

Da Redação

Compartilhe

A entrada da Cidade ganhou nova forma, cores e movimentos, na noite desta sexta-feira (14), com a entrega do viaduto em curva de 471 metros de extensão, no encontro das avenidas Martins Fontes e Nossa Senhora de Fátima com a Rodovia Anchieta.

O elevado integra o conjunto de obras de arte previstas no Programa Nova Entrada de Santos.

A estrutura, que liga diretamente o Centro à Zona Noroeste, deve proporcionar mais fluidez, segurança e integração entre rotas (veja abaixo).

O Programa Nova Entrada de Santos é realizado em parceria entre a Prefeitura e o governo estadual, com investimento superior a R$ 700 milhões.

Parte da terceira etapa do projeto, o viaduto em curva custou R$ 23 milhões e a obra foi executada em um ano e meio.

“Quero agradecer a todos os trabalhadores que se empenharam sob sol e chuva durante a pandemia, essas milhares de pessoas que tornaram esse sonho realidade”, disse o prefeito Paulo Alexandre Barbosa durante a cerimônia de entrega da estrutura, realizada por videoconferência, com participação do governador João Doria.

A transmissão em Santos ocorreu a partir do Centro de Controle Operacional (CCO), localizado no Paço Municipal (Centro), e pode ser acompanhada pelos canais da Prefeitura no Facebook

 

 

 

Parceria

Durante o encontro virtual, o governador elogiou o trabalho desenvolvido conjuntamente por Município e Estado.

“Essa cerimônia é cercada de valores. É muito importante que a gestão pública seja feita assim, integrando todos em prol do povo”, disse, lembrando que ainda há outros projetos a serem executados em Santos. “Temos ainda mais três viadutos para serem entregues”.

O viaduto recebeu o nome de Paulo Gomes Barbosa, prefeito de Santos entre 1980 e 1984, pai do atual chefe do Executivo Santista – homenagem concedida por meio da Lei Municipal 3.696/2020.

Barbosa já havia dado nome a uma escola no Jabaquara.

 

Projeto arquitetônico e drenagem

 

Gestor do Programa Nova Entrada de Santos, o arquiteto da Prefeitura Wagner Ramos lembra que o projeto original apresentado pelo Estado ao Município previa uma estrutura com formas quadradas e retangulares.

“Entendemos que deveria ter um formato mais bonito e esbelto. Demandou um pouco mais de tempo, mas o resultado é o que temos hoje: um produto arquitetônico grandioso, condizente com aquilo que a gente pretendia para embelezar a entrada de Santos”.

Além da questão viária, Ramos destaca as obras realizadas para melhor escoamento das águas da chuva, com oito quilômetros de novas tubulações.

“Houve um grande investimento em drenagem, incorporando os projetos do programa Santos Novos Tempos que contemplavam o leito da Avenida Martins Fontes, com implantação de galerias e tudo o que estava previsto no projeto, incluindo intervenção em moradias subnormais da Vila Alemoa (com moradores transferidos para novas habitações) para conduzir as águas pluviais de forma mais adequada ao Rio São Jorge”.

Segundo ele, novos serviços ainda serão executados por meio dos governos estadual e federal, como uma estação elevatória e a restruturação do sistema de drenagem sob a linha férrea, em direção ao Rio Lenheiros.

 

Quem chega a Santos será recepcionado com um show de cores do viaduto. Foto: Divulgação/PMS

Trânsito

O trânsito na entrada da Cidade terá um novo ordenamento com a entrega do viaduto que interliga as Avenidas Martins Fontes e Nossa Senhora de Fátima, pelo qual irão trafegar carros, motos e ônibus.

A circulação de caminhões acima de dois eixos será proibida (já existe restrição para esse tipo de veículo na Av. Martins Fontes).

Com a remodelação do viário, será eliminado o semáforo na confluência das duas avenidas.

Os veículos que estiverem na Martins Fontes com destino à Zona Noroeste e São Vicente irão pelo viaduto, enquanto aqueles que se dirigem à Rodovia Anchieta passarão sob a estrutura.

 

Rotatória

Já a rotatória construída sob o viaduto funcionará, inicialmente, apenas como retorno da Av. Nossa Senhora de Fátima, de forma a permitir a conclusão de intervenções em andamento pela Ecovias para o acesso à Rodovia Anchieta.

A CET-Santos e a permissionária do sistema terão reunião nos próximos dias para definir prazo e outros detalhes sobre a programação dos serviços a serem realizados.

Quando estiver totalmente liberada, a rotatória poderá receber o movimento de saída e chegada de veículos pela Anchieta.

Por enquanto, os veículos procedentes da Av. N. S. de Fátima com destino à rodovia, seguem pela Av. Martins Fontes, fazem o retorno na altura do cemitério do Saboó para passar sob o novo viaduto em direção a Cubatão/São Paulo. Já para os caminhões, segue mantida a rota pela Rua Boris Kauffmann.

Ainda com a entrega do viaduto, a CET estará encerrando o bloqueio implantado na Rua Mário de Andrade, entre a Rua Monsenhor João Martins Ladeira e a Av. Nossa Senhora de Fátima.

O trecho permaneceu fechado para funcionar como acesso ao canteiro de obras.

Transporte coletivo

Seguirão pelo viaduto linhas municipais que atendem a bairros da Zona Noroeste e às intermunicipais com destino às cidades de São Vicente e Praia Grande.

Duas baias para os coletivos foram construídas na Av. Martins Fontes, logo após o cemitério do Saboó.

A primeira, situada na direção do trecho entre as ruas Flamínio Levy e Babalorixá Vivaldo P. Carvalho, é destinada a todas as linhas intermunicipais e mais a linha 108 do sistema municipal, que atende ao bairro Piratininga.

A segunda baia fica mais à frente, já próximo à subida do viaduto, e servirá apenas para linhas municipais (exceto a 108).

Cada ponto estará sinalizado com placa com indicação das respectivas linhas que fazem parada ali.

 

Radar

Próximo à subida do viaduto, funcionará radar para controle de velocidade – máxima permitida será de 40km/h.

O equipamento eletrônico também fiscalizará o tráfego de caminhões (acima de 2 eixos).

Haverá sinalização (placa e painéis) informativa sobre a proibição.

Já instalado e em operação, o aparelho será acionado para fins de autuação apenas a partir de quarta-feira (19).

Na Avenida Martins Fontes, já existe proibição de circulação de caminhões acima de dois eixos.

O tráfego desses veículos continua sendo pela área portuária, com a seguinte rota: Av. Visconde de São Leopoldo, Rua Cristiano Otoni, Av. Engenheiro Augusto Barata e viaduto da Alemoa.

 

Monumento em homenagem ao Santos FC é entregue

A entrada da Cidade ganhou um novo marco em homenagem ao Santos Futebol Clube, inaugurado nesta sexta-feira (14), junto com o viaduto em curva.

A escultura tem o formato de uma camisa de futebol com o número dez na parte traseira, fazendo alusão ao maior jogador de todos os tempos, Pelé, que brilhou no time.

O novo marco está próximo ao elevado, na confluência das Avenidas Martins Fontes e Nossa Senhora de Fátima e a Via Anchieta.

O monumento tem cerca de 6,50m do chão à parte mais alta da escultura.

A camisa, de 3 metros de altura e 1,5m de largura, foi feita em chapa de aço tratada com jateamento, pintura anticorrosiva branca e o número dez em preto, com acabamento total em poliuretano.

A base da peça é triangular, com 3,5m de altura por 2,5m de largura, toda em concreto revestido com granito preto.

 

LEIA TAMBÉM: