Expectativa para o Natal é positiva entre os comerciantes regionais | Boqnews
Foto: Nando Santos Comerciantes

Economia

06 DE DEZEMBRO DE 2020

Expectativa para o Natal é positiva entre os comerciantes regionais

Em meio à pandemia da covid-19, shoppings vivem expectativa de recuperar e até ampliar o volume de vendas no período de Natal

Por: Felipe Rey

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Com a retomada da região à fase amarela do Plano São Paulo, o comércio varejista poderá sofrer as consequências, devido ao tempo em que as lojas permanecerão abertas.

O mesmo valerá aos shoppings regionais.

Para o economista e professor universitário Elias Haddad, o comércio físico poderá sofrer uma queda no varejo, mas é algo incerto.

Na visão do profissional, mesmo com as lojas se mantendo abertas durante as festas de final de ano, os munícipes deverão se resguardar para evitar possíveis contaminações.

“As pessoas irão e tomarão cuidados, mas muitas outras, o que eu acho prudente, inclusive, irão evitar aglomerações”, ressalta.

Haddad aponta, porém, que o E-commerce deverá ser bastante procurado pelos consumidores.

 

Alta expectativa

De acordo com o levantamento feito pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), cerca de 95% dos shopping esperam aumento de vendas neste Natal em comparação às semanas anteriores.

A alta, segundo a associação, é de cerca de 27%.

No entanto, em relação às vendas de Natal, quando comparadas com as de 2019, há uma expectativa de queda de 2%.

Porém, a pesquisa aponta que mesmo com a diminuição nos negócios, o setor continua a se recuperar.

Durante o início da pandemia, 577 empreendimentos foram fechados, e chegaram a registrar perda de 90% nas vendas.

“O momento é de reforçar a confiança que o consumidor tem nos shoppings e recebê-lo com segurança para realizar suas compras, evitando fluxo intenso de pessoas”, afirma Glauco Humai, presidente da Abrasce. O tíquete médio para este Natal é de cerca de R$ 300. No ano anterior, o tíquete era de R$ 186.

 

Comerciantes

Vendas devem aumentar 2% em comparação com 2019, segundo a Abrasce. Foto: Nando Santos

Shoppings regionais

Com poucos dias e com uma certa incerteza do que pode vir pela frente devido aos casos crescentes de covid, os shoppings da região mantêm a expectativa alta para o fim de ano.

No Parque Balneário, por exemplo, a gerente de marketing, Viviani Fernandes, acredita que o momento é de reforçar a confiança com os consumidores locais, mas garantindo a segurança dos que passarem pelo local.

“Em alguns dias, vamos abrir a temporada de Natal com um formato diferente e muito especial. Conforme a projeção do Sindicato do Comércio Varejista da Baixada Santista, há uma expectativa de um aumento de até 2% em relação ao Natal de 2019. Estamos otimistas para que se cumpra, quiçá ultrapasse”, salienta.

O shopping fará um sorteio de um automóvel Volkswagen Nivus Highline 200 TSI 0KM, além de ter um Papai Noel virtual.

Adalberto Fiore, superintendente do Miramar Shopping, foi enfático ao dizer que as expectativas para este final de ano são positivas, e espera igualar as vendas de 2019.

Desde 1º de dezembro, as compras efetuadas a partir de R$ 350,00 garantirão cupons para a promoção “Natal de Ouro Miramar”, que sorteará R$ 100 mil em certificados de barras de ouro.

A campanha durará até o dia 31 de dezembro e em 06 de janeiro de 2021 será divulgado o ganhador da premiação.

 

Presente para todos

O Super Centro Boqueirão também iniciou os preparativos para as festas de fim de ano. De acordo com o síndico do espaço comercial, Luiz Antônio de Alvarenga, desde a retomada gradativa, em maio, a recuperação tem sido positiva, mas adverte para uma possível restrição.

“A pandemia não acabou e uma eventual onda com novas restrições às atividades do comércio podem ofuscar a grande expectativa que nossos lojistas colocam nesse período, pois muitos consideram o ponto máximo desta recuperação”, assegura.

No entanto, Alvarenga já ressalta que o local está todo decorado para o Natal e que todas as normas de segurança e saúde estão sendo seguidas.

“Espero que o Natal seja realmente um presente para os nossos clientes e também ao comércio”, finaliza.

O Praiamar Shopping, por meio de nota, afirma que a expectativa é boa, devido ao fluxo de pessoas que transitam no local ter aumentando ao passar dos dias.

Contudo, se mostra relutante ao fazer comparativos em relação ao ano passado.

“A pandemia é sempre uma preocupação, porém acreditamos que o Praiamar com todas suas normas de segurança, está sempre se prevenindo para uma possível segunda onda”, explica.

 

Mudança nos horários

Com o regresso à fase amarela, os shoppings também sofreram com as mudanças impostas pelo Plano São Paulo.

Desde a última quarta-feira (2), os estabelecimentos só podem abrir 10 horas, variando de locais, com fechamento máximo às 22 horas.

Uma possível nova mudança no horário só deverá acontecer apenas em 2021, pois o governador de São Paulo João Doria (PSDB) só atualizará o Plano São Paulo no dia 4 de janeiro.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.