Foto: Divulgação

Tempo

22 DE JUNHO DE 2021

Inverno na região será dentro da média, explica climatologista

Julho terá ondas de frio e tempo mais seco

Por: Da Redação

O inverno começou nesta segunda-feira (21) e assim como em todos os anos, a estação gera muita expectativa entre as pessoas, afinal tem aqueles que adoram o frio e outros que aguardam ansiosamente pela primavera e o verão.

Na Baixada Santista, o inverno começou com chuva e temperaturas baixas, a sorte das pessoas é que os cobertores e casacos já estavam prontos, haja visto que o fim do outono também foi marcado pelo frio.

Em entrevista ao Jornal Enfoque/Manhã de Notícias, o climatologista Rodolfo Bonafim explicou que a notícia de que o inverno de 2021 será mais frio em relação aos anos anteriores é um mito “As estações climáticas sofrem muitas variações, às vezes o inverno começa quente e depois esfria de forma considerável, como já vimos em algumas ocasiões”.

Previsão

Rodolfo Bonafim destacou que de acordo com as previsões meteorológicas, julho será um mês com dias mais ensolarados do que junho “Teremos ondas de frio no próximo mês principalmente nos primeiros dias, porém elas serão intercaladas com períodos aquecidos, lógico que não fará calor forte, mas a temperatura deve ficar agradável na faixa dos 27°C”.

Além disso, o climatologista ressaltou que entre o fim de julho e o início de agosto, o ar mais aquecido do interior do continente começa a entrar na região, contudo ele irá se chocar com a lâmina na superfície do mar que está muito fria, assim haverá condensação que provocará nevoeiros, podendo em alguns momentos paralisar o trânsito de navios, barcas e balsas, um fato comum nos últimos anos.

Bonafim também citou que agosto terá mais chuvas e que apesar do inverno ser seco em algumas capitais e no interior, na Baixada Santista o cenário é diferente, chove menos na região, porém não há uma estiagem, um ponto importante sobretudo neste período que a questão hídrica está sendo muito discutida.

Inverno na média

Rodolfo Bonafim destacou que o inverno será dentro da média, nem rigoroso nem tão ameno, como visto no ano passado.

Por fim, o climatologista salientou que a previsão da meteorologia não é de 100%, todavia a probabilidade varia em 80%.

Confira a entrevista completa.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.