Levantamento vai identificar fiação em mil postes de Santos | Boqnews
Foto: Divulgação/PMS

Controle

27 DE SETEMBRO DE 2022

Levantamento vai identificar fiação em mil postes de Santos

Serviço deve durar seis meses

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Cerca de mil postes da Prefeitura de Santos terão as suas condições gerais identificadas e com registro dos cabos aéreos de operadoras de serviços neles afixados. A medida está prevista em cadastramento georreferenciado (com coordenadas em mapa) contratado pela Administração Municipal, o qual tem duração prevista de seis meses.

A execução será da empresa Seven Engenharia e Consultoria Elétrica Ltda., vencedora de licitação pública, ao valor de R$ 313.420,27. O contrato abrange os postes utilizados pela antiga CSTC (Companhia Santista de Transportes Coletivos) para fixação dos braços que sustentavam os tirantes, responsáveis pelo fornecimento de energia para a circulação dos trólebus.

“A maioria dos braços já foi retirada e o trabalho agora será concluído”, explica o titular da Secretaria de Serviços Públicos (Seserp), Wagner Ramos. Além da remoção das peças, o serviço identificará as empresas que possuem cabos aéreos nos postes da então CSTC, extinta em 2007, cuja responsabilidade passou para a Seserp.

“Vamos formalizar a utilização desses postes por parte das concessionárias, conforme prevê a legislação da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica)”, complementa o secretário. Eventuais cabos de propriedade desconhecida serão removidos.

De acordo com o engenheiro elétrico Paulo Aguina, da Secretaria de Serviços Públicos, Santos conta com cerca de 50 mil postes, a maioria de propriedade da concessionária de energia CPFL, que paga ao Município pelo uso do espaço urbano.

A CPFL conta com levantamento das empresas que utilizam seus postes para a passagem de cabos aéreos. A empresa é intimada pelas quatro prefeituras regionais da Cidade para solicitar providências em caso de fios pendurados, danificados ou abandonados. Na Área Continental, a energia elétrica é distribuída pela empresa Elektro, cabendo o mesmo procedimento à prefeitura regional da região.

Segundo Aguina, o Município já dispõe de dados atualizados dos postes a cargo da empresa Claro, utilizados para a passagem de cabos de telefonia, cujo termo de permissão de uso está em fase de renovação.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.