Mais duas tendas passam a atender pacientes com sintomas gripais em Santos | Boqnews
Foto: Rogério Bonfim/PMS

Saúde

26 DE DEZEMBRO DE 2021

Mais duas tendas passam a atender pacientes com sintomas gripais em Santos

Os Centros de Triagem, instalados pela Prefeitura, funcionam 24 horas

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Mais duas tendas começaram a atender exclusivamente pacientes com sintomas gripais, em Santos.

Os Centros de Triagem, instalados pela Prefeitura, funcionam 24 horas e estão localizados na UPA Central (Rua Joaquim Távora, 260 – Vila Mathias) e no Centro Esportivo M. Nascimento Júnior (Rua João Fraccaroli, s/n), vinculado a UPA da Zona Noroeste.

As duas estruturas se somam ao Centro de Triagem que começou a funcionar na sexta-feira, na UPA Zona Leste (Praça Visconde de Ouro Preto, s/n, Estuário) devido ao aumento expressivo de atendimentos relacionados a síndromes gripais.

Neste sábado (25), das 7h às 16h30, 146 pacientes já haviam sido atendidos na tenda da UPA da Zona Leste e 160 na da UPA Central. A estrutura da Zona Noroeste começou a funcionar no final da tarde.

Somadas as 3 UPAs, a cada plantão de 12 horas, são 26 profissionais envolvidos exclusivamente neste trabalho.

Aumento Expressivo

Neste mês, as três Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) já atenderam mais de 11 mil pacientes com sintomas gripais.

Em dezembro de 2020 foram registrados 1.756 atendimentos deste tipo, nas UPAs Central e da Zona Noroeste.

De acordo com o chefe do Departamento de Atenção Pré-Hospitalar e Hospitalar da Secretaria de Saúde, Devanir Paz, os postos visam gerar um atendimento mais ágil aos pacientes.

“Observarmos o aumento do fluxo e tomamos essa decisão técnica de criar esta triagem, melhorando no acolhimento destas pessoas”, explicou.

O interior das UPAs segue destinado a pessoas com outras queixas, evitando também que fiquem no mesmo ambiente das que têm sintomas de gripe ou covid-19.

A Prefeitura de Santos orienta que idosos, gestantes e pessoas com comorbidades procurem as unidades de pronto atendimento no aparecimento de sintomas gripais, devido ao maior risco de complicações.

Devido a este momento de sobrecarga no sistema de saúde, aos demais públicos é indicado o manejo dos sintomas conforme o habitual e, caso não haja melhora, procurar o serviço de saúde.

É importante também manter as boas práticas de prevenção às doenças respiratórias: uso de máscara, higienização das mãos e evitar aglomerações.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.