Arquivo/ Douglas Luan

Vou de bicicleta?

25 DE SETEMBRO DE 2017

Mudanças obrigam usuários da Bike Santos a pagar R$ 10/mês ou R$ 90/ano

CET diz que vai economizar R$ 100 mil mensais. Enquanto isso, usuários passarão a pagar R$ 10/mês, R$ 50 por semestre ou R$ 90 pelo período de um ano. A empresa também vai explorar publicidade.

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Desde o início do ano a CET estuda a possibilidade de repassar ao usuário o pagamento de manutenção do serviço. Agora, valor mensal será de R$ 10 ou R$ 90 para quem fechar por um ano. Foto: Douglas Luan/Arquivo

O novo contrato de gestão do Bike Santos, em vigor desde hoje (segunda – dia 25) traz mudanças significativas especialmente ao usuário.

A CET deixa de pagar R$ 100 mil mensais para a empresa Sertell Soluções em Mobilidade e Segurança Urbana, responsável pelo sistema, e em troca os usuários é quem pagarão pelo serviço, a partir de R$ 5,00/dia ou R$ 10,00/mês.

Segundo a prefeitura, o modelo terá custo zero para o Município, exploração de mídia pela empresa operadora e possibilitará melhorar a qualidade e, consequentemente, a manutenção do serviço prestado.

 

Novidades

A Serttel arcará com todo custo operacional e de manutenção do sistema e poderá veicular publicidade institucional nas bikes e nas estações, incluindo mídia outdoor.

Este novo formato de exploração de propaganda é inovador nos programas de compartilhamento do país.

A fim de conter os atos de vandalismo, reforçar o comprometimento do usuário com a preservação do sistema e, assim, fidelizá-lo, haverá cobrança de passe no valor de R$ 7,50 por mês para quem aderir ao plano de uso anual (total de R$ 90,00 por ano) e R$8,33 para o passe semestral (R$ 50,00).

O valor de R$10,00 será para quem a aderir ao plano mensal e R$5,00 para o passe diário (indicado para turistas).

A retirada de bikes continuará ilimitada, das 6h às 23h, todos os dias da semana, desde que respeitadas as regras – viagens de 45 minutos com intervalos de, no mínimo, 15 minutos.

A Serttel venceu a licitação promovida pela Companhia ao oferecer menor valor para o passe mensal (R$ 10,00).

 

Bicicletas

 

Novas bicicletas serão colocadas no sistema em substituição às existentes. As 100 primeiras já serão trocadas no primeiro mês; outra centena em 60 dias; e a quantidade total (370 veículos) em até três meses.

Pelo novo contrato, a empresa deve disponibilizar o sistema completo (estações e bikes) após 90 dias.

Porém, a CET garante a continuidade do mesmo durante a transição, a fim de que a população não seja prejudicada.

 

Grátis, por enquanto

Ficou acertado que o primeiro mês será grátis para os usuários cadastrados. Ou seja, a regra valerá a partir de 25 de outubro.

Nos próximos dias, a empresa iniciará campanha para orientar os usuários sobre o recadastramento no sistema e as novas regras de uso.

Até o momento, o sistema totaliza 1 milhão 584 mil viagens, sendo utilizado principalmente em dias de semana, demonstrando que seu uso é destinado sobretudo a trabalhadores e estudantes, sendo um grande aliado da mobilidade urbana.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.