Polícia Civil encontra “armazém” de facção criminosa durante operação em Santos | Boqnews
Foto: Divulgação/Governo do Estado de SP

Segurança

09 DE FEVEREIRO DE 2024

Polícia Civil encontra “armazém” de facção criminosa durante operação em Santos

Ação é resultado do trabalho de inteligência e planejamento de ações na Baixada Santista

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

A Polícia Civil descobriu uma casa que era utilizada como “armazém” de uma facção criminosa na comunidade do São Bento, em Santos, na manhã da última quinta-feira (9).

Sendo assim, nas buscas, os policiais encontraram drogas, carregadores de fuzis, rádios comunicadores, celulares e anotações da contabilidade do tráfico. Um suspeito que estava em um dos endereços tentou se evadir da equipe, mas acabou preso.

A ação teve realização pelos investigadores do da 2ª Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes.

Dessa forma, que cumpriram mandados de busca e apreensão expedidos pela 4ª Vara Criminal de Santos.

Com apoio do Grupo de Operações Especiais (GOE), as equipes incursionaram na região do São Bento, localizando uma das casas que era usada como depósito de drogas.

Havia no local grande quantidade de maconha em tijolos maiores e porções menores, além de material já embalado para ser distribuído ao tráfico. No imóvel, os policiais encontraram cocaína, tanto a granel como em pino, bem como sacos com produtos químicos destinados a aumentar o volume da droga. Além disso, carregadores de fuzil, um deles municiado, foi apreendido.

No segundo endereço onde as buscas ocorreram, os policiais prenderam um suspeito, que, inicialmente, tentou fugir, mas acabou detido.

Com ele, havia porções de drogas, anotações de contabilidade do tráfico, 11 celulares, rádios comunicadores, dinheiro e acessório de arma de fogo de uso restrito das forças armadas. O homem foi preso por tráfico de drogas e associação criminosa.

Trabalho de inteligência

A Polícia Civil está empenhada com agentes de diversos departamentos para apoiar as ações na Baixada Santista, principalmente, com trabalho de inteligência policial e planejamento, como anunciou ontem o secretário Guilherme Derrite. “Todas as informações de inteligência serão centralizadas para que os policiais possam atuar em campo com um grau de estrutura definido por prioridades”, afirmou.

Gabinete da SSP em Santos

As ações realizadas nesta manhã fazem parte da 3ª fase da Operação Verão, anunciada ontem pela Secretaria da Segurança Pública (SSP), para combater o avanço da criminalidade e identificar e prender suspeitos envolvidos nas mortes de policiais na Baixada Santista.

O soldado Samuel Wesley Cosme foi atingido por um tiro no rosto no último dia 2, durante uma operação no bairro Bom Retiro, e o cabo José Silveira Santos, do 2° Batalhão de Ações Especiais de Polícia, da PM de São Paulo, morreu ao ser baleado na manhã de quarta-feira (7), em uma ação no Jardim São Manoel, ambos em Santos. Esses casos são resultados do combate ao crime organizado em andamento pelas polícias de São Paulo.

Assim como, em decorrência disso, o gabinete da SSP teve transferência temporariamente para Santos, na sede do Comando de Policiamento do Interior (CPI-6).

Ações

Na manhã desta quinta-feira, a cúpula da Segurança Pública se reuniu em Santos, no gabinete da SSP, para definir as próximas ações e coordenar o trabalho policial na região. O trabalho teve liderança do secretário Guilherme Derrite. O coronel Cássio Araujo de Freitas, comandante-geral da PM, e o delegado-geral, Artur Diam, estão acompanhando as ações.

O patrulhamento teve ampliação com o aumento do efetivo nas principais regiões da Baixada Santista. Policiais do Batalhão de Ações Especiais (Baep), da Região Metropolitana da capital, se juntaram ao efetivo já empenhado na Operação Verão.

Desse modo, desencadeado em dezembro para aumentar a segurança da população no litoral paulista. A tropa conta com o auxílio da Rota e do Comando de Operações Especiais (COE).

A Polícia Civil também está apoiando nas investigações com o empenho de agentes do Grupo Especial de Reação (GER).

Além do efetivo de outros departamentos, como o Denarc, para dar o suporte nas ações de combate ao tráfico de drogas.

 

Confira as notícias do Boqnews no Google News e fique bem informado.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.