Pesquisa Enfoque

População santista avalia administrações públicas

Avaliação foi feita em relação ao prefeito Paulo Alexandre Barbosa, o governador João Doria e o presidente Jair Bolsonaro

31 de julho de 2020 - 18:27

Da Redação

Compartilhe

expedientes

No novo levantamento Enfoque/Boqnews, os três governantes tiveram uma melhora na avaliação dos santistas na comparação com a pesquisa realizada em junho passado.

Todos apresentam conceitos positivos (ótimo e bom) acima dos negativos (ruim e péssimo), revertendo o cenário anterior.

A melhor performance é do prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), único dos três governantes (além dele, foram avaliados o presidente Jair Bolsonaro (s/partido) e o governador João Doria – PSDB), cuja soma dos conceitos positivos supera os 50%, chegando a 56,5%, pouco acima do levantamento anterior, com 55,6%. Portanto, dentro da margem de erro.

Isso se reflete na forma como o prefeito está administrando a Cidade, com 72,5% dos santistas aprovando seu governo, contra 19,9% com posição contrária.

Outros 7,6% não opinaram.

No levantamento anterior realizado em junho, o prefeito tinha uma aprovação de 66,2%, contra 23% de desaprovação.

Outros 10,8% não souberam informar.

 

 

 

Doria e Bolsonaro

Quem reverteu bem sua avaliação junto aos santistas foi o governador João Doria.

Em junho, apenas 21,5% dos santistas classificavam seu governo como ótimo e bom, contra 33,7% de ruim e péssimo. Outros 42,3% o classificavam como regular.

Desta vez, 38,3% dos eleitores classificam seu governo como ótimo e bom, contra 22,5% de ruim/péssimo. Outros 32,6% o consideram como regular e 6,6% não souberam responder.

Em relação ao presidente Bolsonaro, há empate técnico entre os conceitos positivo e negativo, mas com melhora da imagem junto aos santistas.

Pelo menos 35,8% classificam seu governo como ótimo/bom contra 31,9% de ruim/péssimo. Outros 27,2% o classificam como regular.

Em junho, Bolsonaro tinha 27,1% de conceitos positivo (ótimo e bom), contra 48,6% de negativo (ruim e péssimo). Outros 21,9% o classificavam como regular

LEIA TAMBÉM: