cidades

Praia Grande promove desratização a partir de segunda-feira (22)

A partir da segunda-feira (22), a equipe da Divisão de Controle de Zoonoses da Secretaria de Saúde Pública de Praia…

22 de junho de 2009 - 12:10

Da Redação

Compartilhe

A partir da segunda-feira (22), a equipe da Divisão de Controle de Zoonoses da Secretaria de Saúde Pública de Praia Grande (Sesap) fará a desratização de toda a orla marítima da Cidade (Avenida Presidente Castelo Branco). O início do serviço se dará pelo Bairro Canto do Forte até Solemar e a estimativa é que seja concluído em dois dias. Em seguida, a equipe estará focada na aplicação do produto em bueiros de toda a Avenida Presidente Kennedy, que vai do Boqueirão ao Solemar. O combate se estenderá a pontos tidos como estratégicos: 160 postos de reciclagem (Ferros-velhos) de materiais previamente cadastrados.


O objetivo da força-tarefa, segundo o chefe da Divisão de Controle de Zoonoses, Ozório Gonçalves Júnior, é pegar a população de roedores em baixa e atingir maior número possível. “Queremos que essa redução no período de inverno seja refletida no verão”, informa a estratégia. Além do pó, explica que há outro produto: isca raticida composta de um bloco parafinado. Enfatiza que nela está impregnado reagente que causa a morte dos roedores e só atrai esta espécie.


Segundo ele, o que atrai qualquer praga humana são o abrigo e o alimento. “Se eles (roedores) estão entrando no imóvel é porque a presa encontrou uma dessas alternativas. O abrigo faz com que ele cuide da prole e se proteja. E a comida porque pode se manter por longos períodos. Tente identificar a porta de entrada desse roedor e, se possível, eliminar este acesso com uma adequação, seja por debaixo da porta, por fresta na janela etc”, esclarece.


O ideal é saber armazenar e dispor o lixo para o recolhimento de maneira adequada (com embalagem correta e cesto de lixo tampado). Também evitar colocar sacola de supermercado na rua com lixo fora do período de coleta do lixo. “Os caminhões recolhem lixo três vezes por semana nos bairros. Há muita gente que quer se livrar e coloca os sacos de lixo fora do horário e, com isso, atrai animais, sejam cães ou os próprios ratos”.


Terrenos


A Sesap pede aos donos de terrenos baldios que murem suas propriedades a fim de evitar acúmulo de lixo nessas glebas. A secretaria também solicita à população que não jogue lixo nesses locais, evitando a proliferação dos roedores. Quem tiver problemas com esse mau pode entrar em contato com a Sesap pelo telefone 3496-5275 e solicitar o serviço. O controle é feito ao redor do imóvel. A parte interna é por conta do munícipe, que precisa contratar empresa especializada.

LEIA TAMBÉM: