Funcionalismo

Prefeitura de Santos atrasa pagamento do 13º e servidores prometem ato

Prefeitura de Santos vai pagar os salários de dezembro na sexta, mas a segunda parcela do 13º está prevista para o dia 28. Sindicato promete protestar nesta quinta (21).

20 de dezembro de 2017 - 19:32

Da Redação

Compartilhe

Servidores prometem ato em frente ao Paço Municipal na tarde desta quinta (21)

A expectativa do recebimento da segunda parcela do 13º salário pelos servidores municipais de Santos antes do Natal foi por água abaixo.

Em razão do atraso, servidores prometem fazer ato nesta quinta (21), a partir das 17h30, em frente ao Paço Municipal.

Em nota enviada à imprensa, a Prefeitura informou que irá antecipar o pagamento dos servidores.

São 12 mil funcionários municipais, entre estatutários e celetistas estáveis ou contratados pela Lei 650, que receberão na sexta (22).

Os vencimentos costumam ser pagos no dia 25.

Quanto à segunda parcela do 13º (a primeira foi paga em junho), a nota oficial apenas informa que “já a previsão para o depósito correspondente à metade do 13º salário é dia 28”.

Pelo Estatuto dos Servidores, o prazo final de pagamento é no dia 24 de dezembro.

Os comissionados receberam a primeira parcela em novembro.

Na nota, a Administração nada menciona sobre o pagamento aos aposentados e pensionistas.

Sindicato

Conforme o diretor do sindicato dos Servidores (Sindserv), Alexandre Manetti, a manifestação servirá para lutar pelo direito de recebimento do benefício.

Não bastasse, servidores da Educação, que entrarão em férias em janeiro, provavelmente não receberão o valor correspondente (1/3 das férias) neste ano, crê o sindicalista.

“Além disso, existem os pagamentos aos aposentados e pensionistas”, enfatiza.

Na página oficial do sindicato no Facebook, em uma hora já haviam dezenas de curtidas e compartilhamentos.

“Enviamos a mensagem também pelo whastapp e outros canais de comunicação para os servidores se mobilizarem”, destaca Manetti.

Ele lembra a luta da categoria ao realizar a maior greve da história dos servidores.

A paralisação atingiu 1/3 do total da categoria, especialmente profissionais da área de Educação, entre os meses de março e abril deste ano.

O salário dos servidores virá com o reajuste de 5,35% prometido pela Administração e o 13º contemplará a parcela de 1/12 avos com o reajuste.

 

Após greve, servidores que fizeram a paralisação tiveram cortes salariais e agora terão a segunda parcela do 13º paga com atraso. Foto: Divulgação/PMS

Prefeitura

Segundo o secretário de Administração, Carlos Teixeira Filho, a Administração vem fazendo todos os esforços para manter os salários em dia.

“Será uma manifestação desnecessária”, diz, lembrando a difícil situação de estados e municípios em razão da crise econômica do País.

Quanto ao pagamento da segunda parcela do 13º, o secretário aguarda o repasse do ICMS, a ocorrer nos próximos dias, e a antecipação do IPTU.

Com estes valores, ele calcula ser possível que a previsão seja cumprida e o pagamento efetuado dentro deste ano.

Dia 28 de dezembro é o último dia útil bancário de 2017 (os bancos não funcionarão na sexta, dia 29).

Em valores, a segunda parcela do 13º representa um repasse de R$ 24 milhões 140 mil.

Teixeira diz também ter expectativa para que os servidores aposentados e pensionistas recebam na mesma data dos ativos.

Em junho, eles receberam 30% e em novembro, 20%.

Já as férias dos servidores da Educação, previstas para janeiro, só serão pagas nas primeiras semanas de 2018, a exemplo do que já ocorreu no ano passado.

LEIA TAMBÉM: