Prefeitura inicia obras em seis unidades da Assistência Social | Boqnews

Santos

07 DE AGOSTO DE 2014

Prefeitura inicia obras em seis unidades da Assistência Social

Na maioria dos casos, os trabalhos levarão até seis meses para serem concluídos, ao custo total de R$ 10,8 milhões

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Seis equipamentos da Secretaria de Assistência Social (Seas) estão em obras. O PROAssistência já chegou nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) da Alemoa e do Bom Retiro, Centro da Juventude da Zona Noroeste, Seção de Acolhimento de Crianças e Adolescentes (SeAcolhe/CA) e com as construções do Centro Pop e do Centro de Convivência do Morro Santa Maria.

Nos próximos dias, outras unidades passarão por uma renovação, dando mais conforto e modernizando os serviços. O PROAssistência vai beneficiar quase 34 mil santistas, que usam 11 equipamentos da Seas. Na maioria dos casos, os trabalhos levarão até seis meses para serem concluídos, ao custo total de R$ 10,8 milhões.

Nos oito anos em que o Centro da Juventude da Zona Noroeste funciona na Rua Brigadeiro Faria Lima, s/nº, essa é a primeira vez que passará por uma reforma completa. O local atende 130 jovens e o chefe do serviço, Guilherme Antunes, afirmou que as mais de 20 oficinas serão mantidas durante a obra.

No Cras Bom Retiro os trabalhos foram iniciados na última sexta-feira. Segundo a chefe do equipamento, Aliete Nunes, além das diversas melhorias, o serviço vai ganhar uma nova sala de atendimento e serão instaladas divisórias para dar mais privacidade. De janeiro a maio o Cras teve 819 atendimentos individuais, 1.208 bolsas família, 197 pessoas participaram de oficinas e foram feitas 104 visitas domiciliares.

No Cras Alemoa, as obras começaram semana passada e o atendimento ao público continua. De janeiro a maio deste ano a unidade fez 1.239 atendimentos individuais, 1.213 bolsas família, 194 pessoas participaram de oficinas e foram feitas 241 visitas domiciliares.

Abrigo para crianças passa por reforma após 14 anos
Quatorze anos após a última obra, a SeAcolhe/CA da Rua Júlio de Mesquita, número 78, passará por uma ampla reforma. E o prédio ao lado, no número 74, também será recuperado.

A SeAcolhe/CA recebe crianças e adolescentes de outros municípios quase sempre envolvidos no trabalho infantil, exploração sexual, fuga de casa, ou que necessitam ser afastadas da família emergencialmente. Nesta quarta-feira (6), quatro crianças de uma mesma família estavam no acolhimento.

Cras Rádio Clube muda local de atendimento
Nos próximos seis meses o Cras Rádio Clube vai funcionar na Rua Brigadeiro Faria Lima s/nº, onde fica o Centro da Juventude da Zona Noroeste. Os dois locais passarão por reformas e a previsão é de que no Cras os trabalhos comecem nesta quinta-feira (7).

Em razão da mudança do mobiliário e arquivos, esse Cras não atenderá o público essa semana, retomando o expediente dia 11, das 8h às 17h, em local provisório. Dos 11 equipamentos que passarão por reformas, o prédio do Rádio Clube é o único que ficará fechado devido ao volume de trabalho.

De janeiro a maio esse equipamento fez 830 atendimentos individualizados, tem cadastradas 854 pessoas que recebem bolsas família, 553 moradores participaram de oficinas e os técnicos realizaram 113 visitas domiciliares.

Centro Pop e Centro de Convivência em construções
Na Rua Amador Bueno, 446, a prefeitura constrói o Centro Pop, equipamento que vai atender 80 moradores de rua por dia. O prédio terá 792 metros quadrados, em três andares, com oito sanitários e vestiários, lavanderia, canil, salas de espera, recepção, administração, ambulatório, sala de curativos, sala para atividades em grupo e seis salas de atendimento.

O quadro de pessoal será formado por psicólogo, terapeuta ocupacional, assistente social e operadores sociais. O Centro Pop é um espaço de convivência para pessoas em situação de rua. Oferece local para banho, guarda de pertences e oficinas culturais.

Na Rua 1, no morro Santa Maria, está em construção o Centro de Convivência, que terá cerca de 200m² em dois andares para fazer o trabalho de fortalecimento de vínculos. O térreo com recepção, sala de espera, sanitários acessíveis e duas salas para atividades de grupos e oficinas. No primeiro andar haverá duas salas de atendimento e área administrativa.

Obras
Centro da Juventude da Zona Noroeste: o telhado será refeito, as redes elétrica e hidráulica renovadas, a rampa de acesso restaurada e a rede elétrica preparada para instalação de três aparelhos de ar-condicionado, além de pintura geral. Custo: R$ 207.516,00

Cras Alemoa: pintura, revisão geral do telhado, substituição de portas e janelas, reforma das redes elétrica e hidráulica, instalação de quatro aparelhos de ar-condicionado, reforma de pisos, azulejos e da caixa de energia e impermeabilização da laje. Custo: R$ 104.504,00

Cras Bom Retiro: pintura, instalação de sete aparelhos de ar-condicionado, revisão da rede elétrica, reforma do telhado e construção de novas salas para atendimento ao público. Custo: R$ 93.254,00

SeAcolhe/CA: São 226 m² que passarão por uma completa renovação. Vão ser substituídas janelas, portas e rede elétrica, o telhado passará por revisão e limpeza, e a laje será impermeabilizada. Também serão instalados nove aparelhos de ar-condicionado, reformados pisos, azulejos além de pintura geral. Custo: R$ 241.401,00

Centro Pop: construção de prédio de três andares em 792 m². Custo: R$ 2 milhões 300 mil

Centro de Convivência: construção de prédio de dois andares em 792 m². Custo: R$ 320 mil

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.