Servidores protestam contra terceirização do Hospital dos Estivadores | Boqnews
Nara Assunção

Santos

03 DE JULHO DE 2016

Servidores protestam contra terceirização do Hospital dos Estivadores

Ato ocorre no mesmo momento da abertura dos envelopes das OSs interessadas em gerir o complexo hospitalar

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Santos (Sindserv) e o Projeto Ataque aos Cofres públicos realizarão um ato público nesta segunda-feira (4), a partir das 9h30, na Rua XV de Novembro, 195, Centro (Prédio do Banco do Brasil, sede da Secretaria Municipal de Saúde).

O objetivo é protestar contra a terceirização da gestão do Hospital dos Estivadores de Santos (HES), em curso pelo atual governo municipal. Na ocasião, ocorrerá a abertura dos envelopes com as propostas das Organizações Sociais (OSs) interessadas em receber dinheiro público para administrar o hospital.

Esta é uma das etapas do chamamento público que visa escolher a entidade que receberá por ano até R$ 120 milhões, já que a previsão do custeio do equipamento quando estiver 100% de sua capacidade operando, segundo a Prefeitura, é de R$ 10 milhões por mês.

Esta é a segunda tentativa do Executivo em definir a empresa que tomará conta do hospital. Em maio, uma primeira tentativa foi cancelada, por determinação do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.

A administração ainda não garantiu os R$ 5 milhões mensais necessários ao custeio do equipamento junto ao Ministério da Saúde. A única certeza, por enquanto, é que após um investimento de mais R$ 50 milhões no prédio, repasse de R$ 11 milhões do Estado, R$ 10 milhões em emendas parlamentares e mais R$ 1,5 milhão do Governo Federal, tudo será entregue para o controle de uma empresa disfarçada de OS.

De acordo com o Ataque aos Cofres Públicos, das cinco entidades que demonstraram interesse em participar do chamamento, três têm histórico manchado por regularidades cometidas ou investigadas em outras cidades, e uma parece não ter envergadura para assumir um hospital desse porte, com unidade de emergência.

 

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.