Cidade mais feminina, Santos ganha secretaria de mulheres e políticas cidadãs | Boqnews
Vice-prefeita Renata Bravo no estúdio da Boqnews TV. Foto Carla Nascimento

Entrevista com Renata Bravo

26 DE AGOSTO DE 2022

Cidade mais feminina, Santos ganha secretaria de mulheres e políticas cidadãs

A vice-prefeita e secretária da Mulher, Direitos Humanos e Cidadania, Renata Bravo, expôs os planos da nova pasta, recém-criada

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Considerada a Cidade mais feminina do Brasil, Santos ganhou recentemente uma secretaria da Mulher, Cidadania e Direitos Humanos.

Afinal, dados do Censo 2010 revelam que naquela ocasião já eram 84,4 homens para cada 100 mulheres.

Isso em decorrência da queda do número de homens entre os anos 2000 e 2010. Foram 1.310 a menos na Cidade, contra 2.727 mulheres a mais na comparação entre os dois censos.

E com o Censo 2022 sendo realizado na atualidade, a tendência é esta diferença ser ampliada.

Renata Bravo participou do Jornal Enfoque – Manhã de Notícias desta sexta (26), Dia Internacional da Igualdade Feminina.

No programa, ela falou do desafio de estar à frente da nova pasta, que incorporou alguns setores antes ligados à Secretaria de Governo.

Caso dos Departamentos de Cidadania e Direitos Humanos, além de Articulação.

Renata também abordou temas importantes a serem desenvolvidos na nova pasta, como a integração das secretarias municipais para discussão única sobre as mulheres, iniciando com as servidores municipais.

Aliás, a ideia da secretaria surgiu após a criação pela Administração do programa Pró-Mulher, um grupo técnico composto por mulheres representantes de todas as secretarias municipais.

Além disso, os resultados foram um passo para aprimorar as ações da Administração voltadas às mulheres, cidadania e direitos humanos para melhor atender a população santista.

Ainda que não tenha orçamento próprio – em razão da criação da secretaria ocorrer dentro do orçamento em vigor – Renata já se reuniu com o secretário de Finanças, Adriano Leocádio, para planejar os valores que a pasta terá a partir do próximo ano, quando entrará em vigor a dotação de 2023.

Vice-prefeita e secretária da Mulher, Renata Bravo, participou do Jornal Enfoque – Manhã de Notícias, apresentado pelo jornalista Francisco La Scala. Foto: Carla Nascimento

Política

Presidente do PSDB santista, Renata Bravo lamentou a demora da legenda em entrar na disputa eleitoral à presidência.

Afinal, no ano passado, o partido escolheu João Doria como o candidato da legenda.

No entanto, meses depois, ele  desistiu em razão de pressão interna de outros caciques da legenda.

Por sua vez, o PSDB faz dobrada, por meio da senadora paulista, Mara Gabrilli, na chapa da senadora Simone Tebet (MDB).

“A definição dos nomes foi tardia”, reconhece diante da polarização entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Lula.

No entanto, ela considera importante a presença de duas mulheres na chapa.

“Ela trarão olhares diferentes às campanhas”, reconhece.

Além disso, perguntada sobre quem o PSDB deverá apoiar em um eventual segundo turno, Renata afirma que o partido não deve liberar seus filiados e tomará uma posição sobre quem ganhará o apoio.

Enquanto no cenário nacional  o PSDB é coadjuvante, a presidente municipal do partido aposta as fichas na reeleição do governador Rodrigo Garcia (PSDB).

Ele está em terceiro lugar nas pesquisas, mas com o maior tempo no horário eleitoral gratuito de rádio e TV, iniciado hoje (26).

Por sua vez, indagada pelo jornalista Francisco La Scala se tem pretensões de concorrer às eleições municipais de 2024 como candidata à prefeitura, ela negou esta intenção.

“O prefeito Rogério Santos sempre falou que somos contratados pela população. E toda ação decorre de uma decisão coletiva e não pessoal”, salientou.

No entanto, Santos  já informou, inclusive para a Imprensa, que pretende cumprir apenas um mandato eleitoral. Ou seja, não vislumbra a reeleição.

Ele é dentista de formação, sendo servidor municipal em Cubatão.

Programa completo

Confira o programa completo com a vice-prefeita e secretária, Renata Bravo.

Casamento Comunitário

Além disso, outra informação importante.

Afinal, o prazo de inscrição para o Casamento Comunitário em Santos foi prorrogado.

Agora, os casais que queiram formalizar a união têm até 2 de setembro para entregar a documentação solicitada e confirmar a participação.

Portanto, o evento é destinado a quem tenha filho em comum ou já more junto há, pelo menos, dois anos e está marcado para 30 de novembro, às 18 horas, no Clube de Regatas Vasco da Gama (Av. Saldanha da Gama, 33/35, Ponta da Praia).

Assim, a informação foi divulgada pela vice-prefeita e secretária da Mulher, Cidadania e Direitos Humanos, Renata Bravo, pasta recém-criada e responsável pelo evento social.

“Quando a gente fala de dignidade, o casamento comunitário é uma ação de cidadania”, ressaltou.

Assim, as inscrições devem ser feitas nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) ou na Coordenadoria de Políticas para a Mulher (Comulher), de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h ou das 14h às 17h.

Dessa maneira, é preciso levar certidão de nascimento (original, atualizada com menos de seis meses), RG, CPF, comprovante de residência no Município e comprovante de renda familiar (até dois salários mínimos), além de informar os nomes e documentos (RG e CPF) de duas testemunhas.

Assim, divorciados também devem ter em mãos a certidão de casamento com averbação (atualizada há menos de seis meses) e casais com filhos em comum precisam apresentar as certidões de nascimento deles.

Dessa forma, os noivos só poderão preencher a ficha de inscrição se estiverem com a documentação completa.

Curso

E, atenção, haverá curso preparatório, com presença obrigatória dos participantes, no dia 19 de novembro, às 13h, na Universidade Santa Cecília (Rua Oswaldo Cruz, 277, sala 232 – Bloco M, Boqueirão).

Além disso, haverá sorteio de um vestido de noiva durante o evento.

E ainda: As noivas ganharão ainda buquê, maquiagem e penteado para o dia do casamento.

Confira onde se inscrever:

Cras Centro (Rua Sete de Setembro, 45)
Cras Nova Cintra (Av. Santista, 655)
Cras Morro São Bento (Rua Santa Ângela, 156, altos)
Cras Bom Retiro (Av. Nossa Senhora de Fátima, 517, altos)
Cras Alemoa (Av. Marginal Anchieta, 218)
Cras Rádio Clube (Av. Brigadeiro Faria Lima s/nº)
Cras Zona da Orla Intermediária (Praça Visconde de Ouro Preto, 12)
Comulher (Rua XV de Novembro, 183, 2º andar, Centro)

 

Da Redação e da Assessoria/PMS

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.