Restauro de fachadas e brises de centro de cultura em Santos está em fase final | Boqnews
Foto: Divulgação/Arquivo PMS

Cidades

22 DE NOVEMBRO DE 2023

Restauro de fachadas e brises de centro de cultura em Santos está em fase final

Trabalho protege área externa da deterioração causada pelo tempo

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

O Centro de Cultura Patrícia Galvão (Vila Mathias) vem recebendo atenção especial com intervenções para atualizar seus ambientes e interromper danos causados pelo tempo na estrutura de concreto.

Sendo assim, o restauro das fachadas e brises, a cargo da Secretaria de Infraestrutura e Edificações (Siedi), está na fase de conclusão.

Em 2022 foi entregue a recuperação dos elementos de concreto da cobertura do Teatro Municipal e atualmente a Prefeitura pleiteia mais recursos do Estado, por meio do Dadetur.

Desse modo, para modernização das áreas do foyer e mezanino, visando criar espaços para exposições, eventos e apresentações artísticas no equipamento cultural que completou 46 anos em 10 de março.

Os trabalhos tem execução com base em um projeto contratado e desenvolvido pela equipe do arquiteto Júlio Katinsky – coautor do projeto de construção do Centro de Cultura.

Além disso, o estudo dividiu o restauro em várias frentes para modernizar o equipamento: recuperação do Teatro Municipal, macrodrenagem e intervenções emergenciais.

Os brises que servem para barrar a incidência direta do sol e a estrutura de concreto que compõem a fachada do Centro de Cultura foram restaurados para impedir a deterioração natural causada pelo tempo. Na obra houve utilização de R$ 4,7 milhões, recursos do Dadetur.

Segundo o engenheiro Márcio de Mattos Fioroni, fiscal de obras da Siedi, o trabalho nas fachadas começou com limpeza por hidrojateamento.

Além disso, seguida de lixamento da superfície, para verificação dos problemas.

Após uma série de testes, foram identificados os locais onde o concreto estava deteriorado e começou o restauro das áreas afetadas pela ação do tempo.

A primeira intervenção de restauro do Centro de Cultura teve execução na cobertura do Teatro Municipal Braz Cubas.

Dessa maneira, a obra, a cargo da Siedi, abrangeu toda a área de 4,2 mil m² e terminou em 2022.

O material utilizado na restauração protege a cobertura contra rachaduras ou possíveis problemas de impermeabilização provocados pelo movimento de pessoas ou equipamentos pesados, durante serviços de manutenção. Nessa etapa foi empregado material com capacidade para ampliar a durabilidade da intervenção. A obra teve custo de R$ 2,1 milhões, oriundos do Dadetur.

As intervenções da terceira etapa de obras no Centro de Cultura visam suspender o processo de deterioração da estrutura. E os respectivos elementos construtivos que compõem o edifício.

Dessa forma, como esquadrias completas das fachadas norte e sul, substituição de piso de madeira, forro, iluminação, recuperação das paredes internas de concreto, dos pisos do foyer e do mezanino.

No entanto, a intervenção, que está sendo preparada pelo Departamento de Planejamento de Obras da Siedi tem custo estimado em R$ 12 milhões. E prazo de execução de 24 meses. Prevê ainda a criação de um café para entretenimento e conforto dos visitantes.

Assim como, adequação de acessibilidade e reforma geral no interior do espaço denominado Teatro TamTam, no mezanino do Teatro (2º pavimento).

O Centro de Cultura Patrícia Galvão é composto pelo Teatro Municipal Braz Cubas, Museu da Imagem e do Som de Santos (Miss).

Além de salas diversas para aulas de artes, teatro, música, dança e outras expressões, e salas para administração.

Possui ainda biblioteca, ateliê, área para exposições e área para estacionamento.

Portanto, totalizando mais de 2,3 mil m² de área construída em terreno de 12,5 mil m².

 

Confira as notícias do Boqnews no Google News e fique bem informado.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.