Santos aplica segunda dose de reforço aos imunossuprimidos | Boqnews
Foto: Susan Hortas/PMS

Vacinação

23 DE DEZEMBRO DE 2021

Santos aplica segunda dose de reforço aos imunossuprimidos

São oito postos de vacinação para este grupo

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

As pessoas com alto grau de imunossupressão que residem em Santos podem tomar a segunda dose de reforço contra a covid-19 a partir desta quinta-feira (23), das 8h às 16h, em um dos oito postos de vacinação que oferecem o imunizante Pfizer.

Nos bairros Caruara e Monte Cabrão, a vacina CoronaVac é oferecida para o segundo reforço.

Para ter acesso ao imunizante, é necessário intervalo de quatro meses (122 dias) da primeira dose de reforço.

É necessário apresentar documento com foto, CPF, a carteira de vacinação com a primeira dose de reforço anotada, laudo médico que comprove a imunossupressão e comprovante de residência em Santos.

Alto Grau de imunossupressão

De acordo com o Documento Técnico de Vacinação do Estado de São Paulo, têm direito à segunda dose de reforço:

I – Imunodeficiência primária grave

II – Quimioterapia para câncer

III – Transplantados de órgão sólido ou de células-tronco hematopoiéticas

(TCTH) em uso de drogas imunossupressoras

IV – Pessoas vivendo com HIV/Aids

V – Uso de corticóides em doses ≥20mg/dia de prednisona ou equivalente, por ≥14 dias.

VI – Uso de drogas modificadoras da resposta imune – Metotrexato; Leflunomida; Micofenolato de mofetila; Azatiprina; Ciclofosfamida; Ciclosporina; Tacrolimus;  6-mercaptopurina; Biológicos em geral (infliximabe, etanercept, humira, adalimumabe, tocilizumabe, Canakinumabe, golimumabe, certolizumabe, abatacepte, Secukinumabe, ustekinumabe); Inibidores da JAK (Tofacitinibe, baracitinibe e Upadacitinibe)

VII – Autoinflamatórias, doenças intestinais inflamatórias

VIII – Pacientes em terapia renal substitutiva (hemodiálise)

IX – Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas

Janssen

Primeira dose de reforço para quem tomou a dose única da vacina há pelo menos dois meses (61 dias). Para imunossuprimidos que tomarão o primeiro reforço, 28 dias de intervalo.

Pfizer

Primeira e segunda doses dos adolescentes de 12 a 17 anos, por ser o único aprovado pela Anvisa para este público.

Segunda dose de quem tomou a primeira desse imunizante (intervalo de 56 dias para os adolescentes e 21 dias para adultos).

Primeira dose de reforço para pessoas 18 anos ou mais – Para ter acesso à dose de reforço, é necessário aguardar quatro meses (122 dias) de intervalo da segunda dose de CoronaVac, AstraZeneca ou Pfizer. Para os imunossuprimidos, o intervalo para tomar o primeiro reforço é de 28 dias.

Segunda dose de reforço para imunossuprimidos – Intervalo de quatro meses (122 dias) da primeira dose de reforço.

AstraZeneca

Segunda dose de quem tomou a primeira desse imunizante, com intervalo de 8 semanas (56 dias).

CoronaVac

Segunda dose de quem tomou a primeira desse imunizante, com intervalo de 28 dias.

Nos bairros Caruara e Monte Cabrão: primeira dose, segunda dose, primeira dose de reforço (com 4 meses de intervalo – 122 dias e no caso dos imunossuprimidos, 28 dias) e segunda dose de reforço (com 4 meses de intervalo – 122 dias).

Todos devem apresentar documento com foto, CPF e comprovante de residência em Santos. Segunda dose e dose de reforço: devem levar a carteirinha da campanha de vacinação contra a covid-19. Imunossuprimidos devem apresentar algum comprovante de sua condição (cópia de laudo, exame ou declaração do médico, por exemplo).

Quem for aos postos de vacinação pode contribuir com doações de mantimentos e itens de higiene pessoal e de limpeza, a serem encaminhados pelo Fundo Social de Solidariedade (FSS) a famílias em situação de vulnerabilidade social.

8h às 16h

PFIZER

PRIMEIRA DOSE (acima de 12 anos)

SEGUNDA DOSE (intervalo de 21 dias: acima 18 anos)

SEGUNDA DOSE (intervalo de 8 semanas = 56 dias: de 12 a 17 anos)

PRIMEIRA DOSE DE REFORÇO (intervalo de quatro meses = 122 dias: acima de 18 anos, para quem tomou a segunda dose de CoronaVac, AstraZeneca ou Pfizer como segunda dose)

PRIMEIRA DOSE DE REFORÇO (imunossuprimidos: intervalo de 28 dias)

SEGUNDA DOSE DE REFORÇO (imunossuprimidos: intervalo de 4 meses: 122 dias)

 

ORLA

Ponta da Praia – Complexo Esportivo Rebouças (Praça Eng. José Rebouças s/nº)

Pompeia – Igreja Nossa Senhora do Rosário da Pompeia (Praça Benedicto Calixto, 1)

ZONA NOROESTE

Policlínica Bom Retiro – Rua João Fraccaroli s/nº

CENTRO

Policlínica Conselheiro Nébias – Av. Conselheiro Nébias, 457

Policlínica Martins Fontes – Rua Luiza Macuco, 40, Vila Mathias

MORROS

Marapé – Escola de Samba União Imperial (Rua São Judas Tadeu, 20)

Policlínica Jabaquara – Rua Vasco da Gama, 32

Policlínica Nova Cintra – Rua José Ozéas Barbosa s/nº

 

8 às 16h

JANSSEN 

PRIMEIRA DOSE DE REFORÇO (intervalo de 2 meses = 61 dias, para quem tomou a dose única)

SEGUNDA DOSE DE REFORÇO (intervalo de 28 dias para imunossuprimidos, que tenham tomado a dose única)

 

ORLA

Aparecida – Clube Atlético Santa Cecília (Rua Comendador Alfaia Rodrigues, 269)

ZONA NOROESTE

CEU das Artes – Praça da Paz Universal s/nº – Castelo

CENTRO

Policlínica Vila Mathias – Rua Xavier Pinheiro, 284

MORROS

Policlínica Jabaquara – Rua Vasco da Gama, 32

ÁREA CONTINENTAL

Policlínica Caruara – Rua Andrade Soares s/nº

Policlínica Monte Cabrão – Av. Principal s/nº

 

CORONAVAC PRIMEIRA DOSE (apenas Caruara e Monte Cabrão)

CORONAVAC SEGUNDA DOSE (intervalo de 28 dias)

CORONAVAC PRIMEIRA DOSE DE REFORÇO (intervalo de 4 meses = 122 dias ou intervalo de 28 dias para imunossuprimidos, apenas Caruara e Monte Cabrão)

CORONAVAC SEGUNDA DOSE DE REFORÇO (intervalo de 4 meses = 122 dias para imunossuprimidos, apenas Caruara e Monte Cabrão)

ASTRAZENECA SEGUNDA DOSE (intervalo de 8 semanas = 56 dias)

 

ORLA

Aparecida – Clube Atlético Santa Cecília (Rua Comendador Alfaia Rodrigues, 269)

ZONA NOROESTE

CEU das Artes – Praça da Paz Universal s/nº – Castelo

Policlínica São Manoel – Praça Nicolau Geraigire s/nº

CENTRO

Policlínica Vila Mathias – Rua Xavier Pinheiro, 284

MORROS

Marapé – Escola de Samba União Imperial (Rua São Judas Tadeu, 20)

Policlínica Nova Cintra – Rua José Ozéas Barbosa s/nº

Policlínica Jabaquara – Rua Vasco da Gama, 32

ÁREA CONTINENTAL

Policlínica Caruara – Rua Andrade Soares s/nº

Policlínica Monte Cabrão – Av. Principal s/nº

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.