Santos garante economia de R$ 1 milhão por ano com instalação de lâmpadas LED | Boqnews
Foto: Marcelo Martins/PMS

Iluminação Pública

16 DE FEVEREIRO DE 2023

Santos garante economia de R$ 1 milhão por ano com instalação de lâmpadas LED

Novas lâmpadas têm eficiência 50% superior e são três vezes mais duráveis

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Pelo menos de R$ 1 milhão por ano será a economia decorrente da substituição, por lâmpadas de LED.

Totalizando de três mil luminárias de vapor de sódio instaladas em 14 bairros de Santos. A troca foi concluída no final do mês anterior.

Sendo assim, a estimativa foi feita por Robert Ávila, coordenador de Projetos da Deode, empresa contratada pela CPFL para a substituição das lâmpadas na Cidade.

Dessa forma, na última quarta-feira (15), ele ministrou treinamento e capacitação do projeto de eficientização energética da iluminação pública do Município.

Portanto, a atividade, que reuniu profissionais das secretarias de Serviços Públicos (Seserp) e de Gestão (Seges), do Parque Tecnológico e de empresas contratadas pela Prefeitura, integra o projeto da CPFL Piratininga no âmbito do Programa de Eficiência Energética, regulado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

De acordo com os dados apresentados, as novas lâmpadas têm eficiência 50% superior e são três vezes mais duráveis.

Portanto, representando uma economia de 1.588,2MWh ao ano, equivalente ao consumo médio de 670 residências.

Além disso, a energia economizada evitará a emissão de 98 toneladas de dióxido de carbono (CO²) na atmosfera, o que corresponde ao plantio de 588 novas árvores.

“O processo de renovação garantiu uma melhoria de mais de 50% da iluminação pública”, avalia o engenheiro eletricista Paulo Aguina, da Seserp, que participou da capacitação. “Além da melhoria do fluxo luminoso e da economia, outra vantagem é a durabilidade da lâmpada de LED, em comparação com a de descarga”.

O projeto de renovação da iluminação pública é resultado da assinatura, pela CPFL, de um Trimmc (Termo de Responsabilidade de Implantação de Medidas Mitigadoras e/ou Compensatórias) com a Prefeitura e envolve um investimento de R$ 4,5 milhões por parte da distribuidora de energia.

O Trimmc representa uma compensação pelos impactos da construção de um novo sistema de alta tensão.

Com linhas subterrâneas de transmissão, evitando a necessidade de grandes postes ou torres metálicas nas ruas.

Além disso, a substituição de lâmpadas de descarga por LED beneficiou diversas ruas dos bairros Aparecida, Boqueirão, Campo Grande, Centro, Embaré, Encruzilhada, Estuário.

Assim como Gonzaga, Jabaquara, Macuco, Paquetá, Valongo, Vila Mathias e Vila Nova.

Além da iluminação, a distribuidora efetuou a troca de 30 árvores incompatíveis com a rede elétrica. E o plantio de 300 novas mudas, beneficiando a Cidade com seu projeto de arborização mais segura.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.