Covid-19

Policlínicas de Santos aceitam inscrições de acamados que queiram ser vacinados

É necessário apresentar um documento do acamado com foto, comprovante de residência, além de laudo médico, receita ou exame

08 de janeiro de 2021 - 19:30

Da Redação

Compartilhe

Na próxima terça-feira (12), as policlínicas de Santos iniciam as inscrições dos idosos acamados que desejem ser imunizados contra a covid-19.

Os atendidos pela Seção de Atendimento Domiciliar (Seadomi) não precisam se cadastrar, pois já estão contemplados no Plano Municipal de Imunização.

As inscrições seguem até o dia 22 de janeiro e devem ser feitas pelo cuidador ou acompanhante do idoso na policlínica de referência do bairro.

Não haverá prorrogação do prazo.

A previsão é de que a aplicação das doses neste público inicie em 8 de fevereiro, de acordo com o cronograma estabelecido pelo governo do Estado de São Paulo para a primeira etapa da campanha (veja abaixo).

A equipe irá à residência do acamado dentro do período de 8 de fevereiro a 22 março (para a primeira dose), sem agendamento prévio.

 

Coronavac será aplicada nos paulistas. Aplicação depende de autorização da Anvisa. Foto: Divulgação

Requisitos

São consideradas idosas acamadas as pessoas com mais de 60 anos que necessitem de cuidados de saúde dentro de sua residência, pela total impossibilidade de se deslocar à policlínica.

É necessário apresentar um documento do acamado com foto, comprovante de residência, além de laudo médico, receita, exame ou qualquer outro tipo de declaração que comprove a situação clínica do paciente.

Durante a inscrição, será preenchido ainda um questionário para melhor avaliação da equipe de enfermagem sobre o acamado.

Por fim, será entregue um comprovante de inscrição, que deve ser guardado até o momento da aplicação da segunda dose da vacina.

Caso o paciente acamado não esteja na residência ou não seja aceita a entrada da equipe de enfermagem, a inscrição será automaticamente cancelada.

Todos os profissionais são devidamente identificados com crachá.

Acompanhantes, cuidadores ou qualquer outro morador do domicílio não serão vacinados.

Todos os demais devem seguir o cronograma do público-alvo e se dirigir até a policlínica.

 

Cronograma da primeira fase

 

Trabalhadores da saúde

25/01 – Início da aplicação da primeira dose

15/02 – Início da aplicação da segunda dose

75 anos ou mais

08/02 – Início da aplicação da primeira dose

01/03 – Início da aplicação da segunda dose

 

70 – 74 anos

15/02 – Início da aplicação da primeira dose

08/03- Início da aplicação da segunda dose

 

65 – 69 anos

22/02 – Início da aplicação da primeira dose

15/03 – Início da aplicação da segunda dose

 

60 – 64 anos

1º/03 – Início da aplicação da primeira dose

22/03 – Início da aplicação da segunda dose

LEIA TAMBÉM: