Solo

19 DE JANEIRO DE 2021

Terremoto na Argentina tem reflexos na Baixada Santista

O terremoto de 6,4 graus foi sentido em várias cidades sul-americanas, inclusive na Baixada Santista, distante quase 5.200 quilômetros de San Juan

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Um terremoto de 6,4 graus de magnitude na escala Richter atingiu a província de San Juan, no oeste da Argentina, na noite desta segunda-feira (18).

As informações são do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).

O fato foi sentido na Baixada Santista – distante quase 5.200 quilômetros por volta da meia-noite. Existem relatos de moradores nas redes sociais.

Segundo o climatologista e especialista em geologia, Rodolfo Bonafim, o fato de moradores de prédios altos, especialmente os localizados próximos à orla, terem relatado o tremor, não existem riscos às edificações.

“Terremoto é como gelatina. A vibração ocorre até a extremidade. Os prédios mais altos funcionam como um pêndulo, ou seja, quanto mais alto, mais sente o tremor”, diz.

Além disso, ressalte-se que a região tem solo de argila mole litorânea, um dos solos mais difíceis para construção, o que contribui para a sensação desta vibração.

Ou seja, em razão disso, solos como os da região tendem a amplificar as vibrações até seis vezes mais.

O Boqnews contatou o Corpo de Bombeiros, mas não houve qualquer relato por moradores.

 

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.