cidades

Universitários americanos conhecem projeto habitacional da Vila Esperança

Os projetos habitacionais realizados em Cubatão, como o de urbanização integrada e reassentamento de moradias em áreas de risco e…

08 de maio de 2009 - 17:28

Da Redação

Compartilhe

Os projetos habitacionais realizados em Cubatão, como o de urbanização integrada e reassentamento de moradias em áreas de risco e proteção ambiental da Vila Esperança, vêm chamando a atenção de organismos internacionais. Ano passado, um grupo de estudantes da Suécia esteve na Cidade para conhecer de perto alguns programas habitacionais.

Desta vez, 25 alunos do curso de engenharia da Universidade de Pittsburgh vieram para assistir, na tarde desta quinta-feira, dia 7, a palestra sobre o projeto habitacional da Vila Esperança, conhecendo os aspectos ambientais e urbanos do bairro e as soluções que serão adotadas para resolver o problema das ocupações de áreas de preservação ambiental.

Após a palestra, os universitários foram ao Jardim São Marcos, bairro encravado no pólo industrial, onde moravam as famílias transferidas no ano passado para o conjunto habitacional criado no Bolsão 9.

A estudante de engenharia Erica Flinchbaugh gostou da experiência de conhecer um lugar com realidade social e urbanística diferente do local onde vive. Um dos diretores da universidade, Dan Budny, disse que esta não é a primeira vez que visita Cubatão na companhia de alunos. Ele ficou impressionado com a apresentação do projeto e comentou que a experiência acrescenta muito à vida profissional do estudante. E se depender dele, os projetos realizados em Cubatão continuarão sendo apresentados aos universitários que visitarem o Brasil nos próximos anos.
Segundo Dan Budny, o grupo chegou ao país no último domingo, dia 3, e já visitou as cidades de Mongaguá e Santos. Eles também conhecerão São Vicente, Guarujá e alguns municípios do estado do Rio de Janeiro. O grupo permanecerá por cerca de duas semanas no Brasil e retorna para Cubatão na próxima quarta-feira, dia 13, para conhecer o bairro da Vila Esperança. Os alunos são acompanhados pelo professor Cláudio de Rocha Brito, presidente do Council of Researches in Education and Sciences (Copec). 
 

LEIA TAMBÉM: