Santos

Websérie mostra protagonismo de pessoas com síndrome de Down em Santos

Jovens mostram autonomia e independência

30 de maio de 2020 - 09:00

Da Redação

Compartilhe

Mostrar as conquistas, a autonomia e o protagonismo das pessoas com síndrome Down. Esse é o objetivo da websérie #NósDecidimos, realizada pela Prefeitura de Santos em alusão à campanha deste ano da Organização das Nações Unidas (ONU) – ‘Nós Decidimos’, em comemoração ao Dia Internacional da Conscientização da Síndrome de Down (21 de março).

A data é reconhecida pela ONU para sensibilizar a população sobre a inclusão e promover a discussão de alternativas para aumentar a visibilidade social deste público. A campanha de 2020 tem como intuito mostrar a importância da tomada de decisão dessas pessoas, com responsabilidade e consciência.

Produzida pela Secretaria Municipal de Comunicação e Relações Institucionais, a websérie é composta por seis vídeos com jovens e adultos que conquistaram autonomia e independência. Dois deles já estão nas plataformas da Prefeitura na Internet – Santos Portal, Facebook, Instagram (@santoscidade), Youtube (santoscidade) e Twitter (@santos_agora). Um deles, de apresentação, é com a coordenadora de Políticas para Pessoas com Deficiência, Cristiane Zamari, da Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds).

“O objetivo é disseminar, de forma real, as potencialidades das pessoas com síndrome de Down e mostrar as possibilidades de alcance de autonomia quando recebem oportunidades na vida. E, principalmente, desmistificar qualquer forma de preconceito sobre a vida e o desenvolvimento dessas pessoas na sociedade. São cidadãos como todos e têm direito de fazer suas próprias escolhas”, afirma Cristiane.

O outro vídeo é do aluno da Escola de Surfe Adaptado da Secretaria de Esportes (Semes), Guilherme Nascimento Goes Silva, 19 anos. “Ficou ótimo o vídeo e gostei muito de mostrar o que faço no surfe. Meus amigos já viram e gostaram de me ver. Estou muito feliz”.

Neste sábado (30), vai ao ar a história de Vinícius de Jesus da Silva, 30 anos, que mostra sua independência no mercado de trabalho e nos cuidados com a avó. Também participam da websérie Arthur Dini Grassi Netto, 24 anos, integrante do Projeto UP; Vicente De Paula Meza Hernandez, 32, que faz capoeira no projeto Capoeira Escola para Todos, e o casal de namorados Durval Domingues e Jéssica Telles, 36 e 31, alunos de teatro, dança e musicalização na Associação Projeto Tam Tam. “Gostei muito de participar e de mostrar o meu amor pela Jéssica”, falou Durval.

Os vídeos serão postados sempre aos sábados em todas as plataformas. “A Secom se empenha em prospectar as principais matérias que mostrem o efetivo trabalho que secretarias, departamentos e coordenadorias têm para melhorar a vida das pessoas. Temos avançado cada vez mais na acessibilidade dos nossos vídeos”, disse o secretário de Comunicação e Relações Institucionais, Flávio Jordão.

Todos os temas de campanha escolhidos pela ONU visam contribuir na defesa do direito à inclusão das pessoas com síndrome de Down em todas as esferas da sociedade. Em 2019, foi criada a hashtag #ninguémficapratrás, com ênfase na importância da educação inclusiva.

O Dia Internacional foi criado pela Síndrome de Down Internacional (Down Syndrome International) em 2006. A criação da entidade surgiu para garantir que pessoas com a síndrome tenham as mesmas liberdades e oportunidades que todos. A data foi escolhida porque 21/3 se refere às três cópias do cromossomo 21 que as pessoas com síndrome de Down têm. O reconhecimento da data pela ONU foi proposto pelo Brasil em 2011 e a Assembleia Geral das Nações Unidas votou para tornar o dia oficial.

LEIA TAMBÉM: