Foto: Arquivo/Agência Brasil Haddad

Opiniões

25 DE JUNHO DE 2021

Frente de Esquerda

Por: Jairo Sergio de Abreu

O ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, defende uma união de partidos de esquerda para buscar um nome de consenso ao Governo do Estado. Segundo ele, que participou do Jornal Enfoque – Manhã de Notícias desta sexta, o PSDB está desgastado em São Paulo e há espaço para uma frente ampla de partidos de esquerda para se sobrepor aos tucanos e ao candidato do presidente Jair Bolsonaro.

Frente de esquerda II

Por meio da Fundação Perseu Abramo, Haddad está à frente do levantamento de dados para o plano de recuperação do estado de São Paulo. Com base neste estudo, a ideia é juntar o PSB, de Márcio França, PCdoB, de Orlando Silva, e o PSOL, de Guilherme Boulos, além do PT para analisar quem terá mais condições de encabeçar esta chapa.

Não será fácil

A medida não será tão simples assim. Afinal, Boulos, após a votação expressiva à Prefeitura de São Paulo, ganhou relevância e projeção. Por sua vez, França, que foi vice do ex-governador Geraldo Alckmin, hoje no PSDB, mas de malas prontas para migrar para o DEM ou PSD, já ressaltou sua fidelidade a Alckmin, que pretende voltar a disputar o governo paulista. Portanto, a sonhada frente de esquerda em São Paulo pode ficar apenas um ‘sonho de verão’.

Namoro

Em âmbito federal, fica claro que o PT, ao lançar Lula à presidência – agora sem impedimento legal pelo Supremo Tribunal Federal – vai persuadir partidos de centro, como o PSD, de Gilberto Kassab.

A postos

Ex-prefeito de Santos e hoje atuando como palestrante da ONG Comunitas, Paulo Alexandre Barbosa, vai colocar seu nome nas urnas no próximo ano, mas ainda não bateu martelo se sairá a federal ou estadual. A única certeza é que Barbosa estará no mesmo barco onde o ex-governador Alckmin estiver. Mesmo que fora do PSDB.

A comemorar

Santos atingiu a louvável marca de 50% da população vacinada com a primeira dose, fato que deixa o prefeito Rogério Santos e o secretário de Saúde, Adriana Catapreta, animados. O feito, aliás, foi comemorado no Santos Convention Center, contando com a presença do secretário de Saúde do Estado, Jean Gorinchteyn. Os números da vacinação já se refletem na queda no volume de leitos de UTIs ocupados – ao contrário de outras regiões do Estado.

Réveillon e Carnaval

Assim, se o ritmo de vacinação for mantido, o prefeito acredita que será possível o planejamento para o Réveillon, algo a ser definido até outubro, conforme já salientou o secretário de Cultura, Rafael Leal. No entanto, a realização do Carnaval 22, no final de fevereiro, passa pelo aval da liga das escolas de samba. Definição sai até o final de setembro.

Papelão

Pegou mal a resposta da deputada federal e jornalista Rosana Valle (PSB) à pergunta do jornalista Sandro Thadeu, de A Tribuna, noprograma 3 em Pauta na internet sobre a posição da parlamentar a respeito do episódio envolvendo o presidente Jair Bolsonaro com a jornalista Laurene Santos. Ríspida e descontrolada.

Audiência VLT

A Câmara de Santos realiza, nesta segunda (28), às 18 horas, Audiência Pública para debater as obras da segunda fase do VLT.

Quem Responde?

Por qual…
razão o poder sobe à cabeça de algumas pessoas públicas?

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.