Dez do Manduca
Armando Gomes

Jornalista e apresentador do programa Esporte por Esporte

Nada decidido

Nas Dez do Manduca, Armando Gomes destaca o jogo do Santos FC e do Palmeiras neste sábado (29). Veja outros destaques

28 de outubro de 2016 - 19:55

Compartilhe

O Santos FC enfrenta o Palmeiras neste sábado (29), às 19h30, na Vila Belmiro. Se o Peixe ganhar diminui para seis pontos a diferença ao primeiro colocado e coloca o Flamengo mais perto ainda se ganhar do Atlético Mineiro. Ou seja, o campeonato ainda não está decidido!

2- Fazer sua parte
Se o Santos fizer sua parte e vencer o Palmeiras neste sábado (29) e o Flamengo no fim de novembro poderá até sonhar com título. Se não tropeçar em Ponte Preta, Cruzeiro e Vitória.

3. Lava Jato
Foi realmente surpreendente a morte de Carlos Alberto Torres. Afinal, ele sempre vendeu saúde e nunca parou de trabalhar, ou como técnico ou como comentarista esportivo. A última rodada chegou a ser analisada por ele no Sportv. Lembro-me o momento em que Carlos Alberto disse que o futebol do Palmeiras poderia não ser um colírio para nossos olhos, mas era um futebol altamente competitivo. Mas a morte é como a Lava Jato, ou seja, não avisa quando vai e onde vai.

4- Aborrecimento
Quando técnico do Botafogo, ele veio a Santos e num jogo da Vila Belmiro, numa bola que entrou por fora na cobrança de uma falta, ele viu o gol do seu time ser anulado corretamente. Na entrevista de vestiário, ele disse que sempre que vinha a Santos se aborrecia. Neste instante, quem se aborreceu fui eu. Então convidei-o para voltar à Cidade para resgatar alguns cheques que não falaram, que ficaram mudos. Fui por ele processado, mas mesmo a contragosto do seu advogado, chegamos a um acordo e numa festa de veteranos do Rubens Sales fizemos as pazes.

5. Valeu, Capita!
Descanse em paz, Capita, você merece por tudo que fez pelo futebol do Brasil. Juntamente com Djalma Santos, vocês fizeram a maior dupla de laterais que o mundo viu. Carlos Alberto era técnico, jogava de cabeça alta, não sujava o uniforme, não dava carrinhos e apoiava como poucos. Até um dia, velho capitão. Agora você vai dividir a taça com Belinni e Mauro Ramos de Oliveira no céu, onde continuarás sendo o Eterno Capita!

6. Planejamento
A reunião do Conselho Deliberativo na última semana foi tumultuada com a aprovação do Planejamento Estratégico do clube. Lamentavelmente alguns conselheiros pediram a palavra somente para conturbar, aliás, no que são pródigos. Questionaram as propostas apresentadas pelo José Carlos Brunoro – que foi quem fez o planejamento – de forma altamente ignorante, ou seja, sem nenhum conteúdo técnico ou administrativo. Questionaram por questionar, apenas isso.

7. Fechamento
Entendo que com a presença de um convidado não ficaria bem a lavagem de roupa suja por parte dos conselheiros. Alguns atacaram o número de funcionários que o clube tem, como se isso fosse tema do momento, que não era o caso. A verrina de alguns por terem perdido as eleições é notória, ainda que tentem disfarçar. A maioria não é de Santos, e muitos se queixam por ter vindo de Atibaia, São Paulo, Santo André… Ora, porque não ficam em casa? A mudança do Estatuto é premente, pois, como diria Oswaldo Justo: “Quem ganhou a eleição leva, quem perdeu bate palma” Deu para entender? Como está, o Conselho é uma colcha de retalhos. Continuarão esses conselheiros se preocupando com o horário que fecha a Imigrantes. Captaram?

8. Pré-Temporada
Miami ou Marrocos? Em um desses lugares o Santos FC fará sua pré-temporada. Esperamos que seja a viagem de arrancada para o tetra da Libertadores. Com alguns reforços dá para sonhar alto! Com certeza!

9. Pesquisas fajutas
Impressionante como tem gente que acha que o povo é idiota. Tem um tal de Núcleo Editoral de SP que faz pesquisa para presidente do Santos FC direto e sempre coloca a novidade da vez, aqueles que nem a sombra o reconhece como os mais citados. Só para colocar nomes na disputa presidencial do clube do fim de 2017, ou seja, falta mais de um ano para o pleito. Será que são corintianos? Afinal,a quem interessa antecipar a disputa eleitoral? Só para quem não gosta do clube!

10. Arena Santos
Gostaria de sugerir ao prefeito Paulo Alexandre Barbosa e ao seu futuro secretário de Esportes, seja ele quem for, que monte uma equipe de competição de primeira divisão na Cidade. Pode ser futsal, voleibol ou basquete. Usando a Arena Santos para fins esportivos e não mais religiosos como tem acontecido. A religião de uma quadra é o esporte!

#DeusExiste