Quem fiscaliza? | Boqnews
Foto: João Pedro Bezerra

Opiniões

18 DE FEVEREIRO DE 2022

Quem fiscaliza?

Por: Jairo Sergio de Abreu

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

O anúncio do aumento da tarifa do transporte coletivo municipal, a vigorar a partir deste domingo (19), vai além das planilhas de custos apresentadas pela empresa. A impressão é que a concessionária faz o que quer, sem que a empresa fiscalizadora responsável, no caso a CET, tome uma posição em relação aos desmandos praticados pelo grupo empresarial.

Nem álcool

A demora na colocação de álcool em gel nos ônibus ao longo do pandemia foi apenas um exemplo do descaso da empresa com a população.

Nem aí

Sede da Câmara de Santos

Não bastasse, não são poucos os vereadores que se queixam que a empresa nem retorna as demandas e reclamações feitas em plenário.

Abusos I

Por sua vez, bastaria acompanhar com lupa o contrato em vigor e verificar uma série de práticas que não estão sendo cumpridas pela concessionária, apesar das garantias recebidas, como reajuste da tarifa de R$ 4,65 para R$ 4,95 e o incremento no subsídio, de R$ 800 mil mensais para R$ 1,1 milhão/mês. Ou seja, quase um real a mais subsidiado com base no volume de passageiros transportados na atualidade.

Abusos II

Problemas não faltam para a CET averiguar. Desde o tempo de vida útil da frota, que já ultrapassa o período médio de 5 anos, até a falta de ônibus, conforme reportagem publicada nesta edição do Boqnews, entre outros. Sem contar que nem a central telefônica funciona mais, sob alegação da pandemia. Como o vírus pudesse ser transmitido pelo telefone…

E o MP?

Aliás, seria importante que o Ministério Público iniciasse um processo de investigação para saber as razões de tanta benevolência com a empresa. Idem em relação à Câmara. O contrato vigora até maio – com possibilidade de extensão por mais um ano.

Encontro marcado

Aliás, tais questionamentos devem ser feitos pelos vereadores na próxima sexta (25), durante audiência com representantes da empresa de transporte e da CET na Câmara. Espera-se que os edis cumpram seus papeis atentos às demandas da população, em especial os 14 contrários à isenção da tarifa de ônibus para quem tem entre 60 a 64 anos, vetada nesta semana.

Fui

Mudanças no comando regional do PSDB. O ex-deputado Cássio Navarro seguiu seu sogro, Alberto Mourão, e migrou para o MDB. Quem ocupará a função será Jair Lopes. Ele já foi informado pelo presidente estadual do partido, Marco Vinholi, que assumirá a coordenação na Baixada Santista.

Quem ficará?

De forma virtual, os prefeitos da região se reúnem na terça (22) para definir, entre vários tópicos, quem ocupará o mandato ao longo deste ano. Atual presidente, o prefeito Rogério Santos, quer passar o bastão.

Divulgação polêmica

O Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes, em reunião do colegiado realizada na quinta (17), deliberou encaminhamento ao Ministério Público para apuração e providências, desde que se constitua infração, a atitude do conselheiro André Alves, que divulgou nas redes sociais sua posição contrária à vacinação de crianças para estudarem, fato que ganhou repercussão após curtida da deputada bolsonarista Carla Zambelli.

Quem Responde?

Quais…
os rumos do PSB santista, após a mudança radical da agremiação com a nova composição do partido?

 

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.