CinemAqui no Boq
Vinicius Carlos Vieira

Saiu da faculdade de jornalismo e descobriu que não sabia fazer mais nada a não ser escrever sobre cinema. Resolveu virar crítico. Hoje, é editor e crítico do site Cinema Aqui (@cinemaqui), além de ser produtor do Nerd Cine Fest. No twitter pode ser encontrada no @vinicvieira

Quem vai ganhar o Oscar… ou pelo menos deveria.

Que comecem as apostas de quem vai ganhar o Oscar 2017. Confira quem sai na frente nessa disputa.

24 de fevereiro de 2017 - 19:12

Compartilhe

bannerNo Brasil todo mundo diz que o ano começa depois do carnaval. Esse ano, para os amantes de cinema o ano vai começar na mesma época, já que domingo de carnaval também será dia dos Prêmios da Academia, popularmente conhecido com Oscar. Então façam suas apostas.

Largando na ponta, La La Land chega com um record de indicações, 14 e não deve sair da noite de domingo com muito menos que isso, pelo menos é o que todo mundo espera. E por mais que A Chegada e Moonlight cheguem para a disputa com oito indicações cada, somente o segundo pode acabar sendo uma surpresa da noite.

Mas então vamos falar das apostas para o Oscar nas principais categorias da noite.

Melhor Filme Estrangeiro:

Quem poderia ganhar e ninguém reclamaria – Bem verdade, qualquer um, já que todos filmes estão acima da média. Mas quem também poderia estar por ai é o incrível Elle de Paul Verhoven ou até o brasileiro Aquarius, de Kleber Mendonça Filho.

Quem eu quero que ganhe – Minha torcida fica mesmo com o iraniano O Apartamento, que é uma história incrível, sutil, sensível e poderosa.

Quem vai ganhar – O Apartamento mesmo, ainda mais depois da polêmica envolvendo Trump e a proibição da entrada do diretor Asghar Farhadi nos Estados Unidos.

Melhor Documentário

Quem poderia ganhar e ninguém reclamaria – Tanto Eu Não Sou Seu Negro, quanto 13° Emenda discutem o mesmo problema da violência racial, assim como o possível vencedor O.J.: Made in America, o que mostra a importância de exorcizar esse problema que ainda afugenta os Estados Unidos.

Quem eu quero que ganhe – O.J. Made in America, suas sete horas e meia podem assustar, mas seu capacidade de explorar e tentar entender quase quarenta anos de problemas raciais que culminam no julgamento do jogador de Futebol Americano é um deleite.

Quem vai ganhar – O.J. Made in America também deve levar.

Melhor Animação

Quem poderia ganhar e ninguém reclamaria – Em um ano repleto de grandes animações, ninguém reclamaria se qualquer um dos cinco indicados levassem a estatueta.

Quem eu quero que ganhe – Kubo e as Cordas Mágicas talvez seja o mais interessante em termos de técnica, visual e história. Se afasta de Hollywood, tem personalidade e funciona.

Quem vai ganhar – Mas o grande vencedor da noite deve ser mesmo Zootopia, tanto por sua trama que soa nova (para quem nunca viu um filme noir ou algum policial com dupla), quanto por sua crítica social que se encaixa perfeitamente bem nos dias atuais, principalmente nos Estados Unidos.

Melhor Atriz Coadjuvante

Quem poderia ganhar e ninguém reclamaria – Octavia Spencer é simpática, mas valorizada além do que devia. De resto, qualquer uma das outras três atrizes que não levarão a estatueta, curiosamente tem pequenas participações, mas que aproveitam cada segunda de tela para agarrar essa indicação.

Quem eu quero que ganhe – Viola Davis é incrível, está o tempo inteiro frente a frente com Denzel Washington em alta performance e quando precisa faz a performance do ator ficar pequena.

Quem vai ganhar – Viola Davis já levou o prêmio do Sindicato dos Atores e deve levar o Oscar também.

Melhor Atriz

Quem poderia ganhar e ninguém reclamaria – Natalie Portman some completamente no papel de Jaqueline Kennedy e Meryl Streep chega em sua vigésima indicação. Mas nenhuma delas nem chegando perto das possíveis ganhadoras.

Quem eu quero que ganhe – Isabelle Huppert pelo francês Elle é um trabalho incrível, mas talvez o filme seja um pouco indigesto para o sensível público americano. Um problema que pode refletir na recusa à atriz.

Quem vai ganhar – Emma Stone está ótima em La La Land, então ela deve ganhar e sendo merecedora do prêmio.

Melhor Ator Coadjuvante

Quem poderia ganhar e ninguém reclamaria – Coincidentemente, tanto Michael Shannon em Animais Noturnos, quanto Jeff Bridges em A Qualquer Custo vivem dois policiais no final da carreira, mas com motivações completamente diferentes e personagens mais diferentes ainda. Em ambos os casos, incríveis.

Quem eu quero que ganhe – Shannon é talvez a melhor coisa de Animais Noturnos, então não seria problema nenhum ele levar o Oscar.

Quem vai ganhar – Esse é o momento de Mahershala Ali depois do sucesso em House of Cards. Só no último ano esteve em Um Estado de Liberdade e Estrelas Além do Tempo, além de Moonlight, trabalho qual já lhe render o prêmio do Sindicato dos Atores e agora deve lhe dar o Oscar

Melhor Ator

Quem poderia ganhar e ninguém reclamaria – Viggo Mortensen está incrível em Capitão Fantástico, mas não tem absolutamente nenhuma chance de levar o Oscar.

Quem eu quero que ganhe – Denzel Washington é uma força da natureza em Um Limite Entre Nós. Um personagem daqueles que você ama odiar.

Quem vai ganhar – Denzel levou o prêmio do Sindicato, e por mais que Casey Affleck corra por fora e tenha sobrevivido à polêmica envolvendo o assedio de uma de suas assistentes, é Denzel quem deve levar a estatueta mesmo.

Melhor Roteiro (original e adaptado)

Quem poderia ganhar e ninguém reclamaria – Em um ano incrível para quem gosta de bons roteiros originais e de grandes adaptações, não importa quem levar a estatueta em qualquer das duas categorias, estará fazendo com mérito.

Quem eu quero que ganhe – Ainda que todo meu carinho fique com A Chegada (Adaptado), não consigo ignorar a qualidade do texto de Moonlight. Já no material original, La La Land acerta em cheio, sensível, redondinho e cheio de esperança.

Quem vai ganhar – Moonlight e La La Land sairão vencedores.

Melhor Diretor

Quem poderia ganhar e ninguém reclamaria – Enquanto Dennis Villeneuve cria um clássico da ficção-científica, Barry Jenkins cria um filme lindo e cheio de significado. Ainda que La La Land tenha um poucos dos dois.

Quem eu quero que ganhe – Mesmo não tenho a menor chance de Villeneuve levar, minha torcida fica com ele.

Quem vai ganhar – Damien Chazelle já poderia até ter ganhado o Oscar por seu trabalho em Whiplash, e agora o que ela faz e simplesmente colocar definitivamente na história. La La Land nasce clássico, desde sua sequência de abertura até o sensível final. E se Chazelle “imitou” e “homenageou” um monte de clássicos dos musicais de Hollywood, seria pior se ele tivesse feito isso e não conseguido chegar perto, sendo que chegou.

Melhor Filme

Quem poderia ganhar e ninguém reclamaria – Diante do sempre exagero e diminuição da importância nessa categoria, nove indicações são sempre um exagero. La La Land, A Chegada, Manchester à Beira-Mar, Lion e Moonlight formariam um quinteto de respeito e que mostraria realmente quem foram os melhores do ano.

Quem eu quero que ganhe – OK, La La Land é incrível e apaixonante, mas faria um bem enorme para o cinema Moonlight ou A Chegada surpreendessem a todos. Um filme com um significado e com uma bandeira e um cinema de gênero. Mas não deve ter muito jeito não.

Quem vai ganhar – La La Land, depois de levar ainda as estatuetas de Diretor, Roteiro Original, Atriz, Montagem, Trilha Sonora, Música (“City of Stars”), Edição de Som e Mixagem