Divulgação

Fórmula 1

12 DE AGOSTO DE 2014

Chefe da Red Bull credita queda de Vettel a cansaço e mudanças do carro

Com apenas dois pódios conquistados em 11 etapas já realizadas nesta temporada da F-1, Vettel ocupa a sexta colocação no Mundial de Pilotos, com 88 pontos conquistados

Por: Folhapress

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

O desempenho aquém do esperado de Sebastian Vettel nesta temporada da F-1 se deve em grande parte ao cansaço do piloto alemão por ter conquistado o título nos quatro último anos, de acordo com seu chefe na Red Bull, Christian Horner.

“Em primeiro lugar, quando você disputa o Mundial por cinco anos, isso acaba te esgotando um pouco”, disse o o dirigente inglês sobre o fato de seu piloto número um estar sofrendo para derrotar seu companheiro recém-chegado, Daniel Ricciardo.

Com apenas dois pódios conquistados em 11 etapas já realizadas nesta temporada da F-1, Vettel ocupa a sexta colocação no Mundial de Pilotos, com 88 pontos conquistados.

Já Ricciardo, que juntou-se ao time no início do ano para a vaga aberta pela aposentadoria de Mark Webber, venceu duas corridas neste ano, a derradeira delas o GP da Hungria, última etapa da F-1 antes das férias de verão que acabam no dia 24.

O australiano, que já havia vencido a corrida no Canadá, no começo de junho, ocupa a terceira posição na classificação do campeonato.

“Mas acho que este não é o único problema de Sebastian. O jeito como ele trouxe alguns décimos de segundo para nosso carro nas últimas temporadas foi especial”, afirmou Horner.

“Ele é muito sensível com relação ao comportamento do carro, especialmente nas freadas. Com as mudanças que tivemos que fazer em nosso modelo para este ano, como o ‘brake-by-wire’, ele perdeu parte desta sensibilidade que tinha”, explicou o chefe da Red Bull, que viu a dupla da Mercedes, Nico Rosberg e Lewis Hamilton, vencer nove das 11 etapas já disputadas em 2014.

“Seb costumava guiar como uma bailarina, dançando entre aceleração e freada. Mas ele tem trabalhado duro e está começando a ‘pegar mão’ do carro mais uma vez”, completou Horner.

“Também não podemos esquecer quantos problemas mecânicos Sebastian enfrentou nesta temporada e a quantidade de coisas que o atrapalharam de alguma maneira até aqui.”

A próxima etapa do Mundia de F-1 será o GP da Bélgica, que acontece em Spa-Francorchamps, no dia 24.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.