Esportes

Patrocinadores ameaçam a rescindir contratos com o Santos FC

Empresas cobram uma atitude do Santos, no caso Robinho

16 de outubro de 2020 - 17:29

Da Redação

Compartilhe

Os trechos de uma conversa de Robinho com amigos divulgado na manhã desta sexta-feira (16) abalou o mundo esportivo.

O atacante que foi condenado em primeira instância por estupro na Itália contra uma garota albanesa em 2013, foi contratado pelo Santos FC no último sábado, desde então muitos torcedores  e mulheres na internet se revoltaram com o anúncio do Peixe.

Todavia, a história ganhou um novo capítulo e a repercussão foi imediata.

Na conversa, Robinho admitiu que teria feito sexo oral com a garota e que ela estava de bêbada.

Mais quatro amigos do atacante participaram do ato.

Logo após a notícia publicada em primeira no GE, os patrocinadores se manifestaram, vale destacar que a Orthopide já havia rescindo o contrato durante a semana.

Confira as posições das empresas.

Philco

“A Philco vem a público informar que já encaminhou nota ao Santos Futebol Clube. E manifesta que repudia veementemente a contratação do atleta Robinho, após a constatação dos fatos. Sempre mantivemos forte parceria com o time e seus torcedores, porém neste momento exigimos a rescisão imediata com o atleta. Caso contrário, a Philco irá revogar o contrato, pois a situação não compactua com os valores da marca. NENHUM ATO DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER DEVE SER TOLERADO.”

Kicaldo

“Após acesso à reportagem do GE, comunicamos ao Santos F.C. que, caso o clube não rescinda o contrato com o jogador em questão, retiraremos nosso patrocínio. A Kicaldo repudia todo tipo de violência, e por isso vamos seguir agindo sempre de acordo com nossos valores”.

Kodilar

“A Kodilar aguarda o posicionamento do Santos para informar aos patrocinadores o que será feito. Pedimos para que o caso seja solucionado o mais rápido possível, porque nossa empresa tem imagem positiva em tudo o que faz. Não queremos estar vinculados a essa situação”.

Tekbond

“A empresa não teve conhecimento prévio sobre a contratação ou intenção do clube em contratar jogadores.
Manifestamos nossa preocupação sobre o fato ao Santos assim que soubemos e, neste momento, a continuidade do nosso patrocínio está condicionada ao cancelamento da contratação do jogador pelo clube”.

 

 

 

LEIA TAMBÉM: