Prandelli diz que Itália “não fará boa impressão” contra Fluminense | Boqnews
Divulgação

Copa 2014

06 DE JUNHO DE 2014

Prandelli diz que Itália “não fará boa impressão” contra Fluminense

Partida contra tricolor carioca será realizada neste domingo (8)

Por: Fabiano Maisonnave
Folhapress

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Nas primeiras declarações após a chegada ao Brasil nesta sexta-feira (6), o técnico italiano, Cesare Prandelli, antecipou que a equipe ainda “não fará uma boa impressão” no jogo de preparação contra o Fluminense, neste domingo (8), mas lembrou que a Azzurra sempre foi “protagonista no futebol”.

“Marcamos este jogo porque precisamos ter um impacto imediato. Certamente, em dois dias nós não vamos fazer uma boa impressão, digo agora. Mas, nas dificuldades, estamos convencidos de que podemos ver onde a equipe pode melhorar”, disse, em entrevista no centro de imprensa da Itália.

Questionado sobre os objetivos do selecionado italiano na Copa, foi cauteloso: “O primeiro objetivo é passar da fase de grupos, e depois veremos. Precisamos estar preparados”.

Com relação aos “problemas extracampo”, na formulação de um jornalista brasileiro, o técnico italiano afirmou: “Esperamos que não. Esperamos que seja festa para todos. Queremos dar emoções. Penso que, além dos protagonistas, todos podem alcançar essas emoções. Até as pessoas em dificuldade. Entendemos que o Brasil nasce como o país do futebol, espero encontrá-lo no Mundial.”

A Itália vem de uma sequência de sete jogos sem vitória. Na quarta-feira (5), empatou em 1 a 1 contra a modesta seleção de Luxemburgo, em casa.

Na semana passada, a Itália perdeu o meio-campo titular Montolivo por lesão. Houve também uma grande controvérsia pela não convocação do atacante Giuseppe Rossi, que se recuperava de um uma operação no joelho, feita em janeiro.

O grupo da Itália é um dos mais difíceis, com Inglaterra, Uruguai e Costa Rica. A estreia será no dia 14, em Manaus, contra os ingleses.

Com tantos problemas nos últimos dias, o técnico italiano só deixou a modéstia ao falar da tradição da equipe. Ao recordar o primeiro título mundial, que completará 80 anos nos próximos dias, afirmou: “A Itália sempre foi protagonista neste esporte. A Copa serviu para a Itália começar a amar o futebol.”

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.