Abertura das homenagens a Iemanjá lota Teatro Municipal em Santos | Boqnews
Foto: Carlos Nogueira/PMS

Cultura

18 DE JANEIRO DE 2024

Abertura das homenagens a Iemanjá lota Teatro Municipal em Santos

Noite teve como objetivo valorizar a cultura afro-brasileira

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Uma noite para celebrar a força das religiões de matrizes africanas e de homenagens à ‘rainha do mar’, Iemanjá.

Sendo assim, na terça-feira (16), o Teatro Municipal de Santos ficou lotado para a segunda edição do ‘Troféu Odoyá’.

Desse modo, uma noite cultural que teve o objetivo de valorizar a cultura afro-brasileira.

Em quase 3h30 de evento, apresentações musicais, desfile de moda afro, entre outras atrações, deram o tom da noite de festa, onde também aconteceu a nomeação dos embaixadores da procissão de Iemanjá de Santos 2024: Iyálorisá Isis de Olugane, Babalorixá Kabila de Odé, Iyálorisá Regina de Oyá e Babalorisá Wagner de Oyá.

Também receberam homenagens instituições e pessoas que colaboram para o desenvolvimento das celebrações em Santos, entre eles, o professor da Secretaria de Cultura, Paulo Henrique Montenegro, Babalorixá Marcio de Jagun, projeto TamTam, Caô Serviços Especializados, Coletivo Afortu, Escola de Curimba e Arte Umbandista Aldeia dos Caboclos, Centro de Direitos Humanos Irmão Dolores, Projeto Tia Egle e Instituto Arte no Dique.

Presente ao evento, o prefeito de Santos, Rogério Santos, destacou a importância da realização da entrega do ‘Troféu Odoyá’. “São em eventos como esse que temos a oportunidade de falar e conhecer um pouco mais sobre a cultura africana, continente da origem do ser humano”.

Já o babalorixá Marcelo de Ologunédé falou um pouco sobre os homenageados da noite. “Muitos dos nossos laureados não são da nossa religião, mas trabalham incansavelmente pela igualdade, e é isso que nos une”.

A noite marcou também a abertura da ‘Exposição Procissão de Iemanjá de Santos’, que reúne imagens das festas em homenagem à ‘rainha do mar’, desde o ano 2000.

Portanto, registrada pelas lentes dos fotógrafos Anderson Bianchi, Carlos Nogueira, Francisco Arrais, Isabela Carrari, Marcelo Martins, Raimundo Rosa, Rodrigo Francisco, Rogério Bomfim, Tadeu Nascimento, Vanessa Rodrigues e Wellinton Lima. Além do fotógrafo carioca Walter Firmo, que registrou a festa do ano passado.

Com cenografia de Mauriomar Cid, a exposição está instalada no Centro Cultural Patrícia Galvão até o dia 2 de fevereiro.

Dessa maneira, podendo ser visitada gratuitamente de segunda a sexta, das 13h às 18h.

Neste ano, a 24ª edição da procissão de Iemanjá está marcada para o dia 25 de fevereiro, na Ponta da Praia. As atividades são uma parceria entre o babalorixá Marcelo de Ologunédé, Comissões da Procissão de Iemanjá de Santos e Secretaria de Cultura (Secult).

 

Confira as notícias do Boqnews no Google News e fique bem informado.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.