Confira dicas e vantagens para pintar com pistola de ar | Boqnews

Sua casa

14 DE SETEMBRO DE 2017

Confira dicas e vantagens para pintar com pistola de ar

Saiba como usar uma pistola de ar e deixar a superfície com aparência de nova, trazendo mais economia e agilidade

Por: Da Assessoria

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Uma das melhores opções mais vantajosas para fazer uma boa pintura é, sem dúvidas, a pistola de pintura.

Isso porque esse equipamento exige menos trabalho do pintor, visto que ele é mais preciso na hora do acabamento.

A pistola de ar é muito usada para pulverizar uma camada uniforme de tinta sobre as paredes, por exemplo.

Além disso, é ideal também para disfarçar irregularidades, além de colorir grandes superfícies e áreas difíceis de serem atingidas.

Esse equipamento torna o trabalho bem mais prático e mecanizado.

Compressor

O compressor tem como função principal impulsionar o ar, parando a tinta simultaneamente.

Já a pistola expulsa esse ar e a tinta antes impulsionados pelo compressor, podendo também controlar a abertura e, consequentemente, a quantidade e densidade de tinta projetada. Isso permite um acabamento bem mais profissional e uma economia acima da média, já que você gasta muito menos tinta e tempo, fazendo do produto um grande investimento.

Equipamento agiliza a pintura, garantindo maior economia no custo e tempo

Sugestões para uma boa pintura

Já conhecendo todas as vantagens de se utilizar de uma pistola de pintura, a dúvida agora é como realizar o serviço, certo? Pois saiba que essa é uma tarefa mais fácil do que parece.

Antes de começar, siga algumas das nossas dicas:

● Local de pintura

É importante higienizar o local onde será realizado o serviço e deixá-lo livre de poeira e outros materiais que possam ser contaminantes.

Você deve ter exaustores, para formarem fluxo de ar direcionado e livrar o ambiente dos vapores de solventes e da tinta pulverizada.

O pintor e a peça devem ter espaço para movimentação para evitar que alguma parte fique sem pintura ou que receba tinta demais.

 

● Ar Comprimido

A tubulação do ar comprimido precisa ter uma inclinação leve.

É recomendável que você trabalhe com dois filtros de ar e reguladores de pressão, estando o primeiro próximo da saída do compressor, e o segundo o mais perto possível do local do trabalho, facilitando, assim, a leitura do manômetro.

O filtro que será utilizado mais próximo das máquinas deve ficar a pelo menos sete metros do compressor.

Caso você utilize dois compressores, estes devem ser conectados numa mesma tubulação.

É sempre bom lembrar que os filtros e reguladores de ar servem para remover a umidade, limpar o ar e indicar através do manômetro a pressão regulada.

 

● Iluminação

A luz natural e difusa do dia é a melhor iluminação para pinturas. No entanto, evite contato direto o sol porque as cores e valores ficarão distorcidos.

Se for necessária uma iluminação artificial, é recomendável o uso de lâmpadas fluorescentes.

Neste caso, elas devem ser limpas periodicamente para evitar que deficiências atrapalhem seu trabalho.

 

● Tripé móvel

Um tripé móvel é essencial para que o trabalho seja feito em menor tempo, com maior facilidade e com menos sujeira.

Ele evita que a peça que está sendo trabalhada seja constantemente mudada de posição. O equipamento impede ainda a movimentação excessiva do profissional em volta da superfície a ser pintada.

 

● Preparação

A preparação é essencial em superfícies que ficam com defeitos mais evidentes, como as que recebem seladores e vernizes.

É importante, portanto, seguir todos os procedimentos que o manual da máquina lixadeira apresenta, além de optar pela grana adequada de lixa.

 

● Acabamentos

Os cuidados e a manutenção dos equipamentos alteram o resultado final do acabamento. Por isso, é imprescindível mantê-los em ótimas condições se você quer acabamentos de boa qualidade e de nível constante.

 

Equipamento agiliza a pintura em qualquer parede, portão ou espaço a ser pintado. Foto: Divulgação

Confira 5 dicas para uma boa técnica de pintura com pistola de ar

Com algumas dicas básicas e simples para uma boa técnica de aplicação, você vai deixar o seu trabalho com uma aparência extremamente profissional, seja qual for a superfície a ser pintada.

Elas resultarão em melhora na produção, aumento da economia e excelente acabamento. Confira:

1) Cada vez que você passar a pistola, a nova camada de tinta deve sobrepor em 50% a camada aplicada anteriormente;

2) A distância do bico da pistola até a superfície que será coberta deve ser mantida entre 15 e 25 centímetros;

3) A pistola deve ser movida de forma perpendicular em relação à superfície;

4) As camadas devem ser aplicadas de maneira uniformes e contínuas para evitar escorrimento e a formação de rugas;

5) Um ambiente organizado facilita acesso a qualquer ferramenta e/ou consumível.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.