ETC
Imagem

Festival Internacional da Imagem – Valongo acontece até domingo (16)

Se​rão cinco dias de atrações​: exposições, debates, encontros e a ocupação de quatro quarteirões​. Laia Abril, Federico Rios Escobar, Oscar Muñoz, Juan Valbuena, ​Gabriel Mascaro, Roberto Huarcaya, Araquem Alcântara, Bob Wolfenson​, Mano Brown​

12 de outubro de 2016 - 08:09

Da Redação

Compartilhe

Aquecendo as turbinas para a primeira edição, o Valongo Festival Internacional da Imagem começa nesta quarta-feira, dia 12, no maior porto da América Latina, em Santos (SP). A programação será aberta às 16h, na Oficina Cultural Pagu, no bairro do Valongo. A coordenação é de Iatã Cannabrava e Thamyres V. Matarozzi.

“É fundamental pensar além da fotografia, trabalhar a narrativa visual como um todo, incluindo roteiro, videoarte e todo tipo de ações contemporâneas que utilizem a imagem, e num espaço mais dinâmico e acessível para o público, por isso a escolha de um Porto”, afirma Iatã Cannabrava, diretor de programação (ex-Paraty em Foco).

Horácio Fernandez (PhotoEspaña) é o curador de exposições, que traz nomes como: Cássio Vasconcellos, Juan Valbuena, Federico Rios Escobar, Alejandro Chaskielberg, Oscar Muñoz e Roberto Huarcaya, entre quase uma centena de convidados.

Entre os artistas que irão compor mesas de debates e reflexões, com curadoria de Thyago Nogueira (editor da revista ZUM e do Instituto Moreira Salles), destaque para Oscar Muñoz, Laia Abril, Paz Errazuriz, Tatewaki Nio e Felipe Russo. Nos workshops, nomes como Araquém Alcântara, Bob Wolfenson, Claudio Edinger, Coletivo Vibrant, Coletivo Garapa, Tuca Vieira, Letícia Ramos, Thelma Guedes, Newton Canito, Walter Costa e Ivan Padovani.

Conhecida pela idealização e organização da Feira Plana, Bia Bittencourt fará uma edição especial no Valongo. O Festival fechou ainda projetos sociais com o Instituto Querô, de Santos, que comemora 10 anos, Cidade Invertida, Mobgraphia e Coletivo Rolê.

Iniciando cada mesa, nos cinco dias de debate do Festival, serão apresentadas sessões de Pecha-Kucha – formato de exibição conciso em que imagens são projetadas – sendo uma delas por Jordi Burch. O nome é um termo japonês, equivalente ao “bate-papo”, em português.

Toda a programação acontecerá em quatro quarteirões ocupados no bairro do Valongo, com entrada gratuita. Já os workshops seguem uma política de ocupação que prevê preços baixos, bolsas de estudo 100% e parciais, de acordo com a necessidade de cada público. “O mais importante é a difusão das possibilidades que o participante terá de realizar contatos diretos e em local mais acessível”, completa Thamyres V. Matarozzi.

O Festival é parte de um projeto maior do Estúdio Madalena, que conta com o apoio de outros parceiros como Prefeitura de Santos, Oficina Cultural Pagu, Poiesis, Codesp, Entreproduções, Instituto Querô, Mobgraphia, Centro Cultural B_arco, Armazém Cultural, Canon, Epson e Sesc Santos; e patrocínio do Itaú, Sabesp e Unimes.

Programação:

Exposições
Horários de Visitas: quarta, 16h às 20h. quinta a sábado, 10h às 20h. domingo, 10h às 17h

Oficina Cultural Pagu
Jane Campion | O Diário da Água (The Water Diary) | 12 a 16 de outubro
Roy de Carava | O Doce Papel Mata-Moscas da Vida (The Sweet Flypapaer of Life) | 12 a 16 de outubro
Julio Bittencourt | Ramos | 12 a 30 de outubro
Cássio Vasconcellos | Navios | 12 a 30 de outubro

Casa da Frontaria Azulejada
Claudia Andujar e George Love | Amazônia | 12 de outubro a 12 de novembro
Roberto Huarcaya | Amazogramas | 12 de outubro a 12 de novembro
Bill Morrison | No Fundo do Poço 1914-1918 | 12 de outubro a 12 de novembro

Arcos do Valongo
Federico Rios Escobar | Transputamierda | 12 a 16 de outubro
Juan Valbuena | Viagens pela Larga Fronteira (Viajes por la Ancha Frontera) | 12 a 16 de outubro
Alejandro Chalskielberg | Otsuchi: Memórias Futuras (Otsuchi: Future Memories) | 12 a 16 de outubro

Centro de Pesquisa das Narrativas Visuais do Valongo
Bill Morrison | O Sonho do Estivador | 12 a 16 de outubro

Encontros e Entrevistas

Arena ZUM_Valongo | Teatro Guarany  270 lugares

Dia 12, 17h30 às 19h
Questão de classe: arte, política e documentação social
Barbara Wagner, Ana Lira e Luiza Baldan entrevistadas por Marion Strecker

Dia 12, 19h30 às 21h
A maçã de Adão: gênero e transgressão no Chile dos anos 1970
Paz Errázuriz, por Laura Capriogline

Dia 13, 17h30 às 19h
Cidades e fachadas: uma nova documentação urbana
Felipe Russo, Tuca Vieira e Tatewaki Nio entrevistados por Giselle Beiguelman

Dia 13, 19h30 às 21h
Revolução impressa: fotolivros para uma ilha deserta
Corinne Noordenbos (ND) e Horácio Fernandez por Daigo Oliva

Dia 14, 17h30 às 19h
Meu corpo, minhas regras: aborto e feminismo na produção contemporânea
Laia Abril e Cris Bierrenbach entrevistadas por Bia Abramo

Dia 14, 19h30 às 21h
Na estrada com Maureen e Bodanzky – Histórias e aventuras na fotografia, cinema e vídeo
Maureen Bisilliat e Jorge Bodanzky

Dia 15, 17h30 às 19h
O sol por testemunha: do roteiro à imagem no novo cinema brasileiro
Gabriel Mascaro por Ivana Bentes

Dia 15, 17h30 às 19h
Por trás do espelho: o campo expandido da fotografia
Oscar Muñoz entrevistado por Horácio Fernandez

LEIA TAMBÉM: