Literatura Acessível busca conscientizar crianças sobre a acessibilidade | Boqnews
Foto: Divulgação

Cubatão

25 DE AGOSTO DE 2022

Literatura Acessível busca conscientizar crianças sobre a acessibilidade

Projeto tem como ferramentas a leitura, o diálogo e o teatro para levar reflexões sobre a inclusão da pessoa com deficiência

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

O município de Cubatão será a primeira de dez cidades a receber o Literatura acessível, projeto realizado com o patrocínio da Usiminas, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, que tem o objetivo de conscientizar as crianças de como lidar com questões da pessoa com deficiência, direitos, deveres e acessibilidade. A iniciativa beneficiará professores e estudantes da rede de ensino do município com palestras, doação de livros, contação de histórias e espetáculo.

O principal objetivo do projeto é a produção de uma coletânea infantojuvenil com quatro livros em multiformato – impressos que reúnem em um único exemplar braille, pictogramas e acesso a versão em Libras e audiodescrição, que serão distribuídos gratuitamente para as escolas públicas de Cubatão. Também será produzida uma edição sem recursos de acessibilidade para demais alunos. Nesta perspectiva, o Literatura Acessível busca estimular a inclusão social das crianças e jovens com e sem deficiência, desenvolver através da prática da leitura suas habilidades cognitivas, criativas e psicológicas.

As atividades tiveram início na quinta-feira (25), com a realização de uma roda de conversa formativa para os professores na UME Bernardo José Maria de Lorena, UME Maria Albertina Pinheiro da Silva Mesquita e UME Dom Pedro. A idealizadora do projeto, Carina Alves, conduziu o bate-papo com o objetivo de dialogar sobre a busca de estratégias para a efetivação da inclusão da pessoa com deficiência na sociedade levando em conta a realidade e especificidades locais.

Incluídos e misturados

Inspirado nos livros do projeto Literatura Acessível, todos com histórias protagonizadas por personagens com alguma deficiência, o espetáculo Juntos e Misturados traz um olhar para a diversidade na perspectiva inclusiva. A apresentação será gratuita na sexta-feira (26/8), às 15h, no auditório do SENAI de Cubatão, com o público-alvo de crianças de 6 a 12 anos, da rede de ensino.

Na montagem, que utiliza a linguagem de contação de histórias, um viajante recém-chegado de um lugar imaginário conta para o público suas experiências vividas com os personagens da turma Incluídos e Misturados. “É um espetáculo teatral sensorial e interativo que aborda como temas principais a acessibilidade e inclusão. Por meio de atividades lúdicas, o personagem principal conduz todos para uma viagem a um mundo sem distinções, onde as diferenças unem a todos”, explica o diretor Vinicius Soares.

A peça é uma das iniciativas do projeto Literatura Acessível, que tem como objetivo levar a informação, o conhecimento e a cultura a uma parcela da população que conta com poucas opções de acesso à leitura. São aqueles que apresentam algum tipo de necessidade específica ao ato de ler, como idosos, disléxicos, pessoas cegas ou com baixa visão, surdos e autistas.

O projeto Literatura Acessível é patrocinado pela Usiminas, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com produção da Burburinho Cultural e é uma realização do Instituto Incluir, da Secretaria Especial da Cultural e do Ministério do Turismo.

Além de Cubatão, o projeto percorrerá as cidades de Ipatinga, Itaúna, Itatiaiuçu, Mateus Leme, Igarapé, Betim, Santa Luzia, Cabo de Santo Agostinho e Recife.

Literatura Acessível

O projeto teve início em 2014 e hoje atende todas as regiões do Brasil e, inclusive, dialoga com outros países. Além de distribuir os livros gratuitamente, a iniciativa contempla contação de histórias em diversas escolas públicas.

O Literatura Acessível busca estimular a inclusão social das crianças e jovens com e sem deficiência, desenvolver através da prática da leitura suas habilidades cognitivas, criativas e psicológicas. A iniciativa pretende criar oportunidades de atividades culturais e educacionais para proporcionar uma nova sociedade que seja mais digna e mais justa.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.