Foto: Divulgação

Dica de passeio

24 DE JULHO DE 2018

No dia dos avós, eles entram de graça em museus paulistas

O Dia dos Avós é comemorado na quinta (26) e assim, para homenagear a data, eles poderão entrar gratuitamente em museus espalhados por São Paulo.

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

No dia dos avós, eles entram de graça em vários museus paulistas

 

Nesta quinta (26), – Dia Nacional dos Avós – , os netos terão a oportunidade de levar seus avós para passear de uma forma criativa, divertida e cheia de aprendizado.

“É Dia de Museu com os Avós” é a terceira edição da campanha “É Dia de Museu”, criada pela Secretaria da Cultura do Estado para apresentar ao público a diversidade da programação dos museus paulistas em datas especiais.

Há atividades para todos os tipos de avós em vários museus da cidade de São Paulo e em Santos, Campos do Jordão, Tupã e Brodowski!

Em Santos, o Museu do Café dará gratuidade aos avós no dia 26 de julho.

É uma ótima oportunidade para conhecer a história do café no Brasil e no mundo e, no final, tomar um cafezinho especial na Cafeteria do Museu.

Visitações especiais e educativas acontecem em três instituições do interior do estado:

 

Campos do Jordão, Tupã e Brodowski

Em Campos do Jordão, o Museu Felícia Leirner e o Auditório Cláudio Santoro oferecem, no dia 26, duas visitas (às 10h00 e às 15h00) que circulam pelos equipamentos culturais, incluindo uma atividade poética com textos de cordéis criados pelos educadores e momentos em que se falará sobre aproveitar pequenos gestos e valorizar momentos ao lado de quem amamos, como participar do “Roteiro Cultural”, um programa de jogos e enigmas que interligam as duas instituições, realizado em parceira com o Museu da Xilogravura em Campos do Jordão.

No Museu Índia Vanuíre, em Tupã, a visitação mostrará a história recente da cidade de São Paulo, incluindo a Revolução de 32, provocando, assim, a memória dos avós para explicarem essas histórias para os netos.

Para quem se interessa pela cultura indígena, a exposição virtual “Fortalecimento da Memória Tradicional Kaingang – De Geração em Geração” apresenta aspectos importantes da cultura desse povo, a memória e a transmissão dos saberes tradicionais.

E a visitação do Museu Casa Portinari, em Brodowski, será à Capela da Nonna, com destaque para o quadro que Portinari pintou especialmente para sua avó Pellegrina, demonstrando a forte relação afetiva que existia entre eles.

 

Capital

No dia 26, no Museu de Arte Sacra, todo adulto maior de 60 anos e o seu acompanhante pagante (meia ou inteira) terão gratuidade no ingresso.

Além disso, de quinta-feira (260, a domingo (29), qualquer vovô ou vovó que tirar uma foto com o neto dentro do museu e postar nas redes sociais com a hashtag #édiademuseucomosavós concorre a um par de canecas do Museu, que estarão disponíveis na loja para retirada a partir de terça feira (dia 31) – os nomes dos ganhadores serão publicados na segunda-feira (dia 30).

No mesmo período, o Museu fará uma série de postagens nas redes sociais falando sobre santos famosos que também foram avós, como a avó de Jesus, Santana Mestra, São Joaquim, seu avô, e sua bisavó, Santa Isméria.

Para os avós que gostam de esportes, o Museu do Futebol oferece a exposição “A Primeira Estrela – O Brasil na Copa de 1958”, que conta a história da primeira Copa conquistada pela Seleção Brasileira.

Será a oportunidade de ver as cenas do que o Brasil, na época, só ouviu pelo rádio.

Além disso, há quatro salas especiais que também merecem a visita: a “Sala das Copas do Mundo” que retrata os mundiais de 1930 a 2014.

E ainda: a “Sala Grande Área”, que fica na entrada do Museu e mostra reproduções ampliadas de diversos objetos que materializam a paixão do brasileiro pelo esporte, como flâmulas, bandeiras, jogo de botão, cartazes.

E também: a “Sala Anjos Barrocos”, com 11 telas suspensas que projetam jogadores que fizeram história no futebol brasileiro.

No final, a “Sala Jogo de Corpo”, onde os visitantes podem tirar uma foto que se transformará em uma figurinha para guardar de lembrança do dia.

 

MIS

Dentre as várias exposições do MIS – Museu da Imagem e Som, a Mostra LABMIS é uma ótima oportunidade para os avós se inteirarem do universo dos seus netos no que se relaciona a tecnologia e se atualizarem com as mais modernas opções do momento: a exposição apresenta os trabalhos desenvolvidos por quatro artistas e coletivos durante a Residência LABMIS 2017 – programa criado com objetivo de fomentar a
produção de obras desenvolvidas a partir de linguagens contemporâneas utilizando mídias tecnológicas.

Museu da Casa Brasileira

No Museu da Casa Brasileira, a exposição “A Casa e a Cidade – Coleção Crespi Prado” mostra um pouco da história de São Paulo a partir de fotos do uso residencial do imóvel que hoje abriga o museu, construído entre 1942 e 1945.

É uma viagem no tempo que conta como viviam os moradores originais da casa, o casal Renata Crespi e Fábio Prado, protagonistas nas transformações históricas, culturais e urbanísticas da cidade, para os avós lembrarem e os netos saberem como era a vida quando eles nasceram.

Além, dessa exposição, os netos e avós podem aproveitar para visitar as exposições “Experimentando Le Corbusier – Interpretações contemporâneas do modernismo”, “Tipos Latinos” e “Remanescentes da Mata Atlântica & Acervo MCB”.

Museus literários

A Rede de Museus-Casas Literários de São Paulo, composta por Casa das Rosas, Casa Mário de Andrade e Casa Guilherme de Almeida, apresenta três novas exposições que poderão ser visitadas no dia 26 de julho.

São elas: “Tipoeta: Guilherme Mansur” (na Casa das Rosas), que ressalta a estreita relação entre Guilherme Mansur e Haroldo de Campos na produção poética e em diversas edições nas quais trabalharam em conjunto.

E também: “Artistas Italianos na Coleção Mário de Andrade” (na Casa Mário de Andrade), com uma seleção de reproduções do acervo do escritor que celebram a importância da produção artística da Itália para o desenvolvimento técnico e temático das artes no Brasil.

E ainda: “Robert Musil em letra e imagem” (na Casa Guilherme de Almeida), em que são expostas as 17 gravuras que ilustram a primeira tradução brasileira da obra “Uniões”, de um dos mais importantes romancistas modernos, Robert Musil.

A Pinacoteca fará uma visita educativa especial para idosos às 14h00, sem necessidade de inscrição prévia. A atividade terá 25 vagas.

E o Museu da Imigração oferece, no dia 26, gratuidade no ingresso para avós visitarem as exposições permanentes da história de pessoas que chegaram ao Brasil por meio da Hospedaria do Imigrante.

A ideia é apenas passear, almoçar ou fazer um lanche especial?

Seis museus da capital (Museu Afro Brasil, Museu da Imigração, Casa das Rosas, Museu Catavento, Museu da Casa Brasileira e Museu de Arte Sacra) e dois no interior (Museu Felícia Leirner, em Campos do Jordão, e o Museu Casa de Portinari, em Brodowski) possuem jardins propícios a um passeio ou descanso.

Alguns permitem também a realização de piqueniques, como o Museu da Imigração, Museu Catavento, Museu de Arte Sacra e Museu Felícia Leirner.

Por fim, se a ideia for um almoço ou lanche especial, as boas sugestões estão nos restaurantes Santinho (Museu da Casa Brasileira), Flor Café (Museu do Futebol), Caffé Ristoro (Casa das Rosas), Cantina do Museu da Imigração, Cafeteria do Museu do Café e o Lualê, do Museu Felícia Leirner.

 

Sobre “É Dia de Museu”

Lançada no Dia Internacional dos Museus (18 de maio) deste ano, a campanha “É Dia de Museu” engloba todos os museus da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo e os que integram o Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP).

A iniciativa contempla uma programação especial nos museus da rede ao longo do ano.

O objetivo da campanha é inspirar e cativar as pessoas a buscarem novas experiências a partir da programação e dos serviços oferecidos pelos museus.

Serviço

Museu Afro Brasil

Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº – Pavilhão Manoel da Nóbrega – Parque do Ibirapuera, portão 10 – São Paulo-SP

(11) 3320-8900

Funcionamento: terça a domingo, (fechado às segundas), das 10h00 às 17h00 (permanência até às 18h00)

Estacionamento pelo portão 3 (Zona Azul)

Entrada R$ 6,00 | Meia entrada R$ 3,00 | Gratuito aos sábados

Acessibilidade no local

www.museuafrobrasil.org.br

 

Museu de Arte Sacra de São Paulo

Av. Tiradentes, 676 – Luz, São Paulo – SP

(11) 3326-3336

Funcionamento: terça a domingo, (fechado às segundas) das 9h00 às 17h00

Estacionamento gratuito entrada pela Rua Jorge Miranda, 43

R$ 6,00 | Grátis aos sábados

Acessibilidade no local

www.museuartesacra.org.br

 

Museu Casa de Portinari – Brodowski

Praça Candido Portinari, 298 – Brodowski/SP

(16) 3664-4284

Funcionamento: terça a domingo, (fechado às segundas) das 9h00 às 18h00

Entrada: ingresso voluntário

Acessibilidade no local

www.museucasadeportinari.org.br

 

Museu do Café também participará das homenagens aos avós Foto: Isabela Carrari/PMS-Divulgação

Museu do Café – Santos

Rua XV de novembro, 95 – Centro – Santos-SP

(13) 3213-1750

Funcionamento: terça a sábado, (fechado às segundas) das 9h00 às 17h00 | domingo das 10h00 às 17h00

R$ 10,00| Grátis aos sábados

Acessibilidade no local

www.museudocafe.com.br

Museu Catavento

Palácio das Indústrias – Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/no (Av. Mercúrio), Parque Dom Pedro II, Centro – São Paulo/SP

(11) 3315-0051

Funcionamento: terça a domingo, (fechado às segundas), das 9h00 às 17h00 (Bilheteria fecha às 16h00)

Estacionamento pago no local

R$ 10,00 e meia-entrada para estudantes, idosos e portadores de deficiência. | Grátis às terças-feiras

Estacionamento: R$ 15 até 4 horas (para visitantes do museu). Adicional por hora: R$ 5,00 (capacidade para 200 carros). Ônibus e vans: R$30,00. Adicional por hora: R$ 10,00.

Infraestrutura: acesso para pessoas com deficiência locomotora.

Acessibilidade no local

www.cataventocultural.org.br

 

Museu Felicia Leirner – Campos do Jordão

Av. Dr. Luis Arrobas Martins, 1.880 – Campos do Jordão/SP

(12) 3662-6000

Funcionamento: terça a domingo, (fechado às segundas) das 9h00 às 18h00

Estacionamento gratuito no local

Cidadãos jordanenses não pagam mediante apresentação de comprovante de residência

Entrada: inteira R$10,00 e meia R$5,00 (estudante e idoso) – gratuita aos domingos

Acessibilidade no local

www.museufelicialeirner.org.br

 

Museu do Futebol é parada obrigatória mesmo para aqueles que não curtem o esporte. Foto: Divulgação

Museu do Futebol

Praça Charles Miller, S/N – Pacaembu, São Paulo- SP

(11) 3664-3848

Funcionamento: terça a domingo, das 9h00 às 18h00 (Bilheteria até às 17h00)

R$ 12,00 | Grátis às terças-feiras

Estacionamento na Praça Charles Miller (Zona Azul)

www.museudofutebol.org.br

 

Museu H. P. Índia Vanuíre (Tupã)

Rua Coroados, nº 521, Centro – Tupã/SP

(14) 3491-2333

Funcionamento: de terça a domingo, (fechado às segundas) das 9h00 às 17h00

Ingresso voluntário

Acessibilidade no local

www.museuindiavanuire.org.br

 

Museu da Imagem e do Som – MIS-SP

Av. Europa, 158 – Jardim Europa – São Paulo-SP

(11) 2117-4777

Funcionamento: terça a sábado, (fecha às segundas) 10h00 às 21h00 | domingos e feriados, 9h00 às 19h00

Estacionamento pago no local

Entrada gratuita às terças-feiras. Aos sábados, acesso grátis às exposições do térreo e do acervo – consulte os valores dos ingressos das exposições e eventos

Acessibilidade no local

www.mis-sp.org.br

 

Casa Guilherme de Almeida

Anexo: Rua Cardoso de Almeida, 1943

Museu: Rua Macapá, 187 – Perdizes – São Paulo

Telefone: (11) 3673-1883 / 3672-1391

De terça a domingo, das 10h às 18h.

www.casaguilhermedealmeida.org.br

 

Casa das Rosas

Av. Paulista, 37, Bela Vista – São Paulo-SP

Estação Brigadeiro do Metrô (850m)

(11) 3285-6986 | (11) 3288-9447

Funcionamento: terça a sábado, (fechado às segundas) 10h00 às 22h00 | domingos e feriados, 10h00 às 18h00

Estacionamento pago no local

Entrada gratuita

Acessibilidade no local

www.casadasrosas.org.br

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.