ETC
etc

Pinacoteca de Santos apresenta “Aleluia ! É Natal!”

Pelo quinto ano consecutivo, a Pinacoteca Benedicto Calixto promove o festival de corais Aleluia! É Natal! Criado em 2005, o…

26 de novembro de 2009 - 13:31

Da Redação

Compartilhe

Pelo quinto ano consecutivo, a Pinacoteca Benedicto Calixto promove o festival de corais Aleluia! É Natal! Criado em 2005, o evento já é uma tradição na cidade e, além dos representantes locais, começa a despertar o interesse de importantes grupos da capital e do interior do Estado. Este ano, a programação vai contar com 300 coralistas e 16 músicos, reunidos em 9 corais, entre eles, o Coro Sinfônico do Conservatório de Tatuí e o Voz Ativa Madrigal, de São Paulo.


As apresentação serão realizadas no jardim do museu, nos próximos domingos, dias 29 de novembro, 6 e 13 de dezembro, sempre das 20 à 22 horas, com entrada franca. Em cada noite, 250 cadeiras estarão disponíveis para o público.


O festival conta com o apoio do Sistema A Tribuna de Comunicação, da Prefeitura Municipal de Santos e coordenação técnica da regente Cláudia Rodrigues.

Programação


 29 de novembro


A Pinacoteca Benedicto Calixto inaugura a sua decoração de Natal, com 2 mil metros de cordões iluminados contornando a silhueta do casarão branco. No palco de 8 metros montado na varanda, abrem a programação o Coral Liricus da Unisantos, fundado em 2000. O coral divulga um repertório principalmente operístico, mas interpreta também obras eruditas em geral, incluindo peças renascentistas, barrocas, clássicas, românticas e contemporâneas, além de obras do cancioneiro popular. Tem como regente o maestro Beto Lopes.


Em seguida, o Coral Zanzalá, de Cubatão, oficializado em 1993, leva os seus 65 integrantes para o palco. O grupo é formado por cantores com idade entre 20 e 50 anos, selecionados por concurso. O repertório que inclui MPB, música mundial, sacra e erudita e tem como regente Maria Fernanda Tavares.


Por último, o público vai assistir a apresentação do Coro Sinfônico do Conservatório de Tatuí, regido pelo maestro Cadmo Fausto. Fundado há 20 anos, o grupo já realizou diversos trabalhos unindo a linguagem musical ao fazer teatral. Atualmente, trabalha com um repertório eclético que mescla canções populares brasileiras, renascentistas, negro spirituals, e peças eruditas. O Coro apresenta-se de forma envolvente, buscando valorizar a beleza das obras por meio da interpretação artística, seja a cappella ou com acompanhamento sinfônico. Composto exclusivamente por alunos e professores de canto lírico, muitos de seus componentes desenvolvem intensa atividade como solistas no campo popular e erudito e atuam como regentes e educadores. Com um CD gravado, o coral de Tatuí tem participado de festivais e encontros por todo o Brasil.


6 de dezembro


As apresentações têm início com o Coral UniSanta, que há 12 anos faz apresentações em vários estilos em evento internos da Universidade Santa Cecília e em eventos da comunidade santista. Atualmente é regido pela professora Sandra Regina Henriques.


Sob a regência da maestrina Meire Berti Gomiero Fonseca, o Coral Fosfertil Baixada Santista, será a segunda atração da noite. Criado há 23 anos, o grupo tem participado de vários eventos e recebido prêmios importantes. Atualmente, realiza um trabalho com música experimental junto ao Grupo de Percussionistas Ocanoa.


Encerrando a programação da segunda noite, o Maestro Ricardo Barbosa apresenta o Voz Ativa Madrigal, um grupo independente que estreou oficialmente em 1997. Além de projetos próprios, participações em projetos de outros artistas ampliam a atuação do coral, como a temporada paulista da dupla Kleiton e Kledir, em 2000, na casa de espetáculos Tom Brasil. Em 2000, recebeu o prêmio de melhor grupo vocal do Estado de São Paulo, promovido pela Secretaria de Estado da Cultura. Em 2001, assinou contrato com a gravadora Lua Discos para produzir o CD – “Natal e Paz” – um registro de canções natalinas tradicionais; em 2005, realizou turnê pela Alemanha a convite de importantes instituições musicais para divulgar um repertório essencialmente brasileiro em 9 concertos eruditos e shows de música popular;   em 2007, veio o terceiro CD – “Dominus” – indicado para o Prêmio Tim de música erudita; em 2009, como parte do Projeto Música Preta de pesquisa da música afro-descendente, gravou o quarto CD dedicado ao Negro Spiritual, com lançamento previsto para o primeiro semestre de 2010.


13 de dezembro


A última noite de apresentação tem início com o Grupo Vocal Jazz,  criado em 2007 e formado por cantores ligados à Escola de Música de Cubatão, com a  proposta de simular instrumentos percussivos e  melódicos, além de  trabalhar elementos do Jazz, demonstrando as possibilidades e a versatilidade musical da voz humana.  O grupo tem como coordenador o professor Célio Perez Esteves.


A seguir o Coral da Alfândega do Porto de Santos apresenta um repertório que inclui peças de música popular e folclórica brasileira.  Criado em março de 2001, conta com a participação de funcionários da Alfândega, Receita Federal, profissionais ligados à área alfandegária e é regido pela professora Nailse Machado Cruz.


A temporada de 2009 termina com Tirolli Orquestra & Coral, regido pelo maestro Mario Tirolli, músico profissional há 25 anos, reconhecido como grande arranjador e regente.


Festival de Corais


29 de novembro, 6 e 13 de dezembro – aos domingos


das 20:00 às 22:00 horas


Aberto ao público


Local: Pinacoteca Benedicto Calixto


Endereço: Av. Bartolomeu de Gusmão, 15 – Boqueirão – Santos


Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 14h00 às 19h00

LEIA TAMBÉM: