ETC
etc

Verão, bom tempo para casar

Planejar o casamento para as épocas quentes de verão tem seus benefícios. A garantia de um dia ensolarado anima os…

17 de outubro de 2008 - 17:42

Da Redação

Compartilhe

Planejar o casamento para as épocas quentes de verão tem seus benefícios. A garantia de um dia ensolarado anima os aspirantes ao matrimônio. Mesmo sem o frio e chuva, os preparativos para esse dia tão especial requer outros tipos de cuidados. Confira algumas dicas para quem irá casar nos próximos meses.

Noivas

Épocas quentes pedem vestidos mais abertos e confortáveis.  O glamour pode ser mantido com um longo e para cerimônias informais, o longuete ou curto são ideais para os gostos despojados.

Tradicionais, as rendas são a grande protagonista da nova temporada. Combinadas com outros detalhes, elas podem fazer de qualquer tomara-que-caia simples um vestido único.

O clean é substituído por tecidos mais trabalhados com o acréscimo de decotes, detalhes e transparência. Outra tendência para a temporada primavera-verão é aplicação de cristais Swarovski.  Eles dão menos volume ao vestido e menos detalhes de recortes.

Os tecidos leves e fluídos são indicados para as cerimônias matinais. Pérolas, laços e flores no cabelo dão um ar chique à produção descontraída. Ao cair da tarde, os véus e caudas crescem. Os acessórios ganham brilho e os tecidos são mais encorpados.

À noite, todo exagero é permitido. Decotes, volumes, caudas, bordados, pedrarias e coroa podem ser usadas de acordo com o gosto da noiva.

Decoração

As flores também exigem um cuidado especial.  Com o clima quente, elas podem não resistir e  decepcionar na produção da igreja ou recepção.“A  anthurium, estrelícia, rosa, lírio e astromélias são algumas flores que apresentam uma durabilidade maior ao clima quente. O copo de leite também é muito pedido, mas só pode ser usado no verão se for cortado no mesmo dia”, diz o proprietário da floricultura Gardênia, José Villarinho.

Para as cerimônias ao ar-livre as mais indicadas são as flores tropicais, como a anthurium e a estrelícia, que são mais resistentes a lugares abertos.

Os clássicos podem optar por uma variedade maior já que ambientes fechados exigem menos cuidados.  “As flores brancas e as folhagens verdes continuam em alta”, comenta. Em relação às cores, o branco, lilás e rosê predominam na próxima estação. “Essas são as cores mais procuradas”, confirma.

As flores que compõem o buquê também podem ser diferenciadas.  Sofisticadas, despojadas ou irreverentes, as espécies pouco comuns compõem opções diferentes e criativas.  

As vandas, as campânulas e ruscos combinam com uma noiva exótica numa cerimônia no campo ou na praia.  Para uma opção mais irreverente, as protéias, eriças e orquídeas criam um buquê com tons mais fortes e dramáticos.  Tulipas e rosas colombianas arrematadas com laço de cetim são uma opção versátil, que compõem qualquer produção.

Cardápio

A escolha do cardápio é um dos aspectos mais importantes da recepção.  Além de representar uma boa parte do orçamento  é fundamental para o sucesso da festa. Para completar a cerimônia realizada em dias quentes, um cardápio leve é essencial.

A salada com frutas tropicais é uma boa pedida para a entrada. “Por ser uma cidade de praia, a escolha é ideal”, diz a proprietária do Buffet  D’Eliza, Caroline Peri. O prato principal mantém algumas opções tradicionais como peixe, carne ou massa.  “Procuramos substituir o que é pesado. O molho de vinho do porto dá lugar ao de ervas-finas”, explica.

As sobremesas geladas são boas alternativas para os dias quentes. “A tulipa de chocolate com sorvete é uma das opções”, diz. Independente da estação e do cardápio escolhido, é essencial agen-dar uma degustação no buffet para evitar surpresas na hora da recepção.

LEIA TAMBÉM: