nacional

Agentes de turismo serão capacitados para prevenir exploração sexual infantojuvenil

Cerca de 100 profissionais como agentes de turismo e empresários participarão de cursos de capacitação para prevenir a exploração sexual…

30 de março de 2010 - 12:35

Da Redação

Compartilhe

Cerca de 100 profissionais como agentes de turismo e empresários participarão de cursos de capacitação para prevenir a exploração sexual de crianças e adolescentes. A ideia é que eles atuem como multiplicadores nas 12 unidades federativas cujas capitais receberão jogos da Copa do Mundo de 2014, em seis estados da Região Norte, em Santa Catarina, em Mato Grosso do Sul e na Paraíba.
 
O projeto está sendo lançado pelo Ministério do Turismo e pela Universidade de Brasília (UnB). A proposta é que esses multiplicadores façam cursos ministrados pelo Centro de Excelência em Turismo da UnB para a prevenção à exploração sexual infantojuvenil em atividades turísticas.
 
O orçamento do ministério para 2010 é de R$ 8,3 bilhões, o maior desde 2005. A parceria com a UnB tem a meta de envolver empresários do setor de turismo em campanhas sobre o combate à violência sexual contra crianças e adolescentes, assim como na adoção de um código de conduta.
 
Desde 2004, o serviço Disque 100 recebeu mais de 20 mil denúncias de exploração sexual. Só no ano passado, foram registradas 5,2 mil, mais de 11% do total de denúncias encaminhadas ao serviço, mantido para Secretaria de Direitos Humanos.
 
As unidades federativas envolvidas no projeto são: Amazonas, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Bahia, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Mato Grosso, Acre, Rondônia, Roraima, Amapá, Pará, Tocantins, além de Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e da Paraíba.

LEIA TAMBÉM: