Portos

29 DE SETEMBRO DE 2021

Projeto BR do Mar deve ser sancionado até o final do ano, diz relator no Senado

Senador Nelsinho Trad (PSD-MS), relator do projeto BR do Mar, acredita que a votação ocorra no Senado até o final de outubro.

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Relator do BR do Mar, senador Nelsinho Trad, acredita que proposta passará pela votação no Senado em outubro. Foto: Reprodução

O projeto BR do Mar, que prevê incentivos ao sistema de cabotagem pelos portos brasileiros, deverá ser votado no Senado em outubro.

De lá, será reenviado para a Câmara dos Deputados para votação revisora dos pontos alterados.

Assim, se não houver alterações, vai para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Portanto, o objetivo é que todo este trâmite até a publicação da nova legislação ocorra até o final do ano.

“Precisa esgotar neste ano para a diminuição do Custo Brasil”, salientou o senador Nelsinho Trad (PSD/MS), relator do projeto no Senado e ex-prefeito de Campo Grande, capital do Mato Grosso (MS), por 8 anos.

“O BR do Mar é considerado o item 1 entre os projetos prioritários que se encontram na Casa Civil”, explicou.

“A proposta contou com a participação de todos os senadores. Cremos que ele poderá ser votada em plenário no próximo mês”, adiantou Trad.

Ele participou do Jornal Enfoque – Manhã de Notícias desta quarta (29).

Além disso, o programa também contou com a presença do presidente da Abtra – Associação Brasileira de Terminais e Recintos Alfandegados, Bayard Umbuzeiro.

E ainda: o diretor executivo da entidade, Angelino Caputo, ex-presidente da Codesp (atual SPA).

Além disso, para o senador, a proposta do BR do Mar tem obtido o empenho direto do ministério da Infraestrutura.

Proposta

“O ministro Tarcísio de Freitas passou um dia no Senado explicando a cada senador cada um dos pontos da proposta do Executivo”, salientou.

Além disso, o projeto prevê a ampliação da participação da cabotagem no transporte de cargas.

Dessa forma, o objetivo é diminuir os gastos da movimentação de mercadorias, diminuindo o Custo Brasil.

Assim, baratear os produtos para o consumidor.

Assim, pretende-se ampliar o volume de contêineres transportados, por ano, de 1,2 milhão de TEUs (unidade equivalente a 20 pés), em 2019, para 2 milhões de TEUs, em 2022.

Além disso, ampliar em 40% a capacidade da frota marítima dedicada à cabotagem nos próximos três anos, excluindo as embarcações dedicadas ao transporte de petróleo e derivados.

Não bastasse, além da proposta do BR do Mar, o projeto prevê também garantias com manutenção das isenções do Reporto.

Ou seja, trata-se do Regime Tributário para Incentivo à Modernização e à Ampliação da Estrutura Portuária.

“Tanto a cabotagem, por meio do BR do Mar, como a proposta de revitalização do setor ferroviário se tornarão uma injeção na veia para a economia brasileira”, salientou o senador

Confira detalhes no link

Programa completo

Confira o programa completo

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.