Brasil tem 827 mil vivendo com HIV; 112 mil não sabem que estão infectados | Boqnews

HIV

30 DE NOVEMBRO DE 2016

Brasil tem 827 mil vivendo com HIV; 112 mil não sabem que estão infectados

Em Santos, somente neste ano, a Secretaria de Saúde de Santos (SP) divulgou que, a cada dia útil, é diagnosticado um novo caso de HIV/Aids

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Dados divulgados nesta quarta-feira (30) pelo Ministério da Saúde revelam que 827 mil pessoas vivem com HIV/aids no Brasil. Dessas, cerca de 112 mil não sabem que estão infectados. Do total de pessoas soropositivas identificadas no país, 372 mil ainda não estão em tratamento, apesar de 260 mil delas já saberem que estão infectadas.

Em Santos

Somente nesse ano, a Secretaria de Saúde de Santos (SP) divulgou que, a cada dia útil, é diagnosticado um novo caso de HIV/Aids. O dado significativo também indica o aumento considerável de casos entre jovens, de 25 a 29 anos. Em 2015, cerca de 280 moradores de Santos descobriram que estão infectados pelo vírus, número 28% maior do que em 2012.

Dia Mundial de Luta Contra a Aids

Referência na região, o Instituto Luiz Alca – ACAUSA trabalha há 27 anos apoiando pacientes e familiares de portadores de HIV/Aids na região realiza, nesta quinta (1), ação com blogueiros para conscientização sobre luta contra Aids. “Mesmo com toda informação disponível, ainda é muito preocupante o aumento no número de casos, em especial no público jovem. Por essa razão, esse ano tivemos o apoio de diversos blogueiros da nossa região para que eles possam conscientizar seus seguidores sobre a doença”, enfatiza a presidente da entidade Zuleica Elisa Simões Pereira.

Durante a ação, os blogueiros irão postar uma foto nas redes sociais utilizando um laço vermelho (símbolo mundial da luta contra a Aids) ou algum outro ícone da cor, com a #TodosPelaAcausa e comentar um pouco sobre o crescimento de casos de HIV/Aids. Influenciadores de relevância nacional como Juliana Goes, Claudinha Stoco, Luh Sicchierolli, João Freire já estão confirmados. Blogueiros e formadores de opiniões regionais: Maycow Montemor, Vagner Batista, Ziza Cypriano, Juicy Santos, Sahssaricando, Entenda de Moda, Mundo Melissa, Loodmila.com, Blog O Mundo Acaba Hoje, Universo Ma Cherie, Deixe Apenas Fluir, Julie de Batom, Rafa Ferraz, Caroline Souza, Chris Dantas, Vaidade no Pincel e Opção do Dia também participam da ação.

 

 

Dados nacionais

Transmissão de mãe para filho

De acordo com o boletim, a taxa de detecção da aids em menores de 5 anos caiu 36% nos últimos seis anos, passando de 3,9 casos para cada 100 mil habitantes em 2010 para uma taxa de 2,5 casos em 2015. A taxa em crianças nessa faixa etária é usada como indicador para monitoramento da transmissão vertical do HIV (transmissão de mãe para filho durante a gestação ou no momento do parto).

Epidemia estabilizada

Segundo a pasta, a epidemia no Brasil está estabilizada, com taxa de detecção em torno de 19,1 casos para cada 100 mil habitantes. Ainda assim, o número representa cerca de 41,1 mil novos casos ao ano.

Queda na mortalidade

Os números mostram também uma queda de 42,3% na mortalidade provocada pelo HIV/aids no Brasil nos últimos 20 anos. A taxa caiu de 9,7 óbitos para cada 100 mil habitantes em 1995 para 5,6 óbitos em cada 100 mil habitantes em 2015.

Metas

A cobertura do diagnóstico de HIV/aids no país passou de 80% em 2012 para 87% em 2015, o equivalente a 715 mil pessoas. A meta é chegar a 90% até 2020. Os maiores incrementos, de acordo com os dados, foram observados na meta relacionada ao tratamento, que passou de 44% em 2012 para 64% em 2015. O número representa 455 mil pessoas. Na meta referente à redução da carga viral, o país passou de 75% em 2012 para 90% em 2015, o equivalente a 410 mil pessoas.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.