Período de defeso do camarão já vigora e vai até 30 de abril | Boqnews
Defeso do camarão já está em vigor. Foto: Isabela Carrari/PMS

Pesca

28 DE JANEIRO DE 2024

Período de defeso do camarão já vigora e vai até 30 de abril

Medida vigora nos estados do Rio de Janeiro, de São Paulo, do Paraná, de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul.

Por: Agência Brasil

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

O período de defeso de camarões marinhos das espécies sete-barbas, rosa, branco, santana ou vermelho e barba-ruça  já vigora nos estados do Rio de Janeiro, de São Paulo, do Paraná, de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul.

Assim, o prazo  se encerrará em 30 de abril.

A medida do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), prevista na Portaria SAP/Mapa n° 656/2022, trata do período de defeso nas regiões Sudeste e Sul do Brasil.

Dessa forma, o período do defeso é estabelecido de acordo com a época de reprodução de cada espécie e, durante a sua duração, ficam vetadas ou controladas a caça, coleta e pesca esportivas e comerciais.

Assim, o objetivo é preservar e garantir a sustentabilidade dessas espécies e a manutenção da cadeia produtiva do setor pesqueiro.

No caso dos camarões, as espécies destacadas no período do defeso são do Mar Territorial (faixa marítima de largura igual a 12 milhas marítimas) e, também, na Zona Econômica Exclusiva (ZEE), correspondente a uma faixa do Oceano Atlântico, para além do litoral brasileiro e que pertence à soberania territorial do país.

No Espírito Santo, o defeso dessas mesmas espécies de camarões começou em 1° de dezembro e se estenderá até 28 de fevereiro.

Se a embarcação pesqueira descumprir o período de defeso, estará sujeita às penalidades previstas na legislação brasileira.

Caso da suspensão de permissões de pesca, entre outras sanções.

Exceções

Assim, os pescadores que atuam na modalidade de arrasto com tração motorizada.

Além disso, estão envolvidos na captura, no armazenamento, transporte, processamento e na comercialização dessas espécies têm permissão para continuar suas atividades durante o período de defeso.

Portanto, desde que forneçam a Declaração de Estoque de Camarões, até o quinto dia útil, após o início do defeso.

Isso ocorre por meio do formulário eletrônico disponível no site do Ministério da Agricultura e Pecuária e no anexo da portaria na Portaria SAP/Mapa n° 656/2022.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.