Investigação

Polícia Federal faz operação contra fraude no seguro-desemprego

Na operação Mendacium, a Polícia Federal cumpriu quatro mandados de busca e apreensão, duas pessoas foram presas em flagrante

21 de setembro de 2018 - 09:56

Fernanda Cruz

Agência Brasil

Compartilhe

A Polícia Federal (PF) deflagrou a operação Mendacium, em São Paulo e Taboão da Serra, para desarticular uma organização criminosa que pratica fraudes no recebimento do seguro-desemprego.

Foram cumpridos ontem(20) quatro mandados de busca e apreensão. Duas pessoas foram presas em flagrante.

A polícia encontrou, com os acusados, mais de 1.600 documentos falsos ou em branco.

Como por exemplo, espelhos de carteiras de Identidade e de Trabalho, localizado em um escritório de contabilidade na capital paulista.

Foram apreendidos R$ 472 mil em espécie, além de equipamentos para a falsificação de documentos.

Assim, o inquérito começou em outubro de 2017, na cidade de Presidente Prudente, interior de São Paulo, a partir da denúncia de um trabalhador que não conseguiu obter seu seguro-desemprego porque alguém já o havia resgatado.

As investigações mostram que mais de 300 empresas fictícias foram criadas, com mais de 9 mil benefícios de seguro-desemprego. Estima-se um prejuízo de mais de R$ 9 milhões.

Os presos foram encaminhados ao sistema prisional estadual, onde ficam à disposição da Justiça Federal. Eles responderão pelos crimes de estelionato, organização criminosa e corrupção ativa.

LEIA TAMBÉM: