Desilusão | Boqnews

Você informa

16 DE MARÇO DE 2016

Desilusão

Texto enviado pelo advogado e leitor Gilberto Franco Silva Junior

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}
Em meio ao “fogo cruzado” de tanta gente “atirando” com armas sem a “mira”, sinto-me diante de um quadro de desilusão, de mágoa e de decepção, com os seres  humanos ingratos, que usam o coração, apenas como “bomba” para impulsionar seus “sangues”, para manterem “aventuras” de heróis fictícios, de vida curta, que sobrevivem – apenas – nos ambientes nocivos de seus convívios!

Estamos – ao menos nós cristãos batizados, que acreditam que esse não é o destino alegre que Deus nos reservou, mas, o tenebroso cenário montado por inconsequentes -, próximos da Festa da Páscoa, diante de um MISTÉRIO insondável, impenetrável, da história de  “UM SÓ” QUE SE APRESENTA COMO “CULPADO” PELAS ATITUDES DE “TODOS” OS OUTROS, ASSUMINDO!

Ninguém, na época, analisou cada crime, ou “pecado”, que o “acusado” tenha cometido. Ninguém o “delatou” para, eventualmente, ser “premiado” numa “condenação”!

Ele não “formou uma quadrilha”! Ou melhor, formou, sim, uma plêiade de homens, para fazerem o bem, mas, mantendo a palavra, admitindo sempre, que era o responsável por “tudo” e por “todos”, respondendo por eles!

Seu “julgamento” durou uma semana e o que ele previra, aconteceu com todos os detalhes preteritamente informados!

Pois bem! Ajudem-me, para que este seja um bom-dia!

Melhor, vamos começar a trabalhar a “boa vontade” dos “homens” e “mulheres”, aqueles mesmos, bem-aventurados, na busca da PAZ!

Não quero modificar a história, mas quero, sem dúvidas, que humanos sejam, efetivamente humanos e não aceitem as aulas dos “irracionais” que, para a preservação da espécie, destroem-se – mutuamente – para manter o equilíbrio “ambiental”!

Penso que é necessário enfatizar o “OREMUS”!

OBRIGADO!

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.