Opinião

03 DE JULHO DE 2019

Propósito?

Novo texto do colaborador José Roberto da Silva Vasconcelos.

Por: Da Redação

Ao ler biografias de grandes personalidades percebemos que algo a mais do que resiliência os alimentava.

Arrisco dizer: Propósito.

Eclesiastes 9: 7-9. Ver Provérbios 31: 4-7.

Os autores, respectivos, fazem clara distinção entre os que detém poder e conhecimento dos que sofrem uma vida sem perspectivas.

Mas exorta ao direito e a justiça noutros versículos. Vide Provérbios 31: 8-9.

Geralmente, pra ter propósitos elevados, o ser humano deve ter um grau de inteligência emocional robusta. E ter um intelecto bem acima da média.

Mesmo os pais de Jesus de Nazaré (Matheus1: 1-17) eram, equivalente atual, de classe média e instruídos.

Apesar da simplicidade em que viviam. Podiam viajar, pagar hospedagem e tinham casa própria.

Além de expressiva prole, pós a natividade do nosso Senhor (Matheus 1: 18-25).

Ser oficial carpinteiro tinha tanto valor quanto ser engenheiro ou arquiteto.

E José era da linhagem do Rei Davi.

Vide Matheus 13: 54-57 / Lucas 2: 1-4 / Marco 6: 1-4.

Contudo, durante cerca de três anos de pregação, curas e libertação, o Filho do Homem não tinha onde repousar a cabeça, adequadamente, salvo* quando um conhecido ou crente hospedava-o.

Ler Matheus 8: 20 e Lucas 9: 58. Ver* Lucas 7: 33-36. E Lucas 19: 1-9.

E durante a vida pública de Jesus, havia um tesoureiro entre os 12.

O que denota organização.

Afora a rede de contatos que a tudo providenciava: Mateus 26: 17-20; Marcos 14: 12-17; Lucas 22: 7-14. E Lucas 19: 29-36; Marcos 11: 1-8; Matheus 21: 1-8.

Revemos Matheus 6: 25-34 e Lucas 12: 16-34. Ali o Mestre exorta-nos a cremos no sustento do PAI.

Isso é Fé. Crer no que não se vê.

Ou melhor, crer no que se vê adiante. Forte e inquebrantável convicção na solução.

Quanto ao propósito, enfatizo uma Regra de Ouro da aviação: Ponha oxigênio em você primeiro.

São 15 segundos pro seu cérebro apagar sem oxigênio.

Trazia, Jesus de Nazaré, a divindade dentro de si.

Mesmo assim suplicou: “PAI, afasta de mim esse cálice”.

Pilatos fez tudo pra evitar.

Mas sem contingente militar suficiente pra conter uma insurreição popular, a ser orquestrada pelo Sinédrio, restou lavar as mãos.

Fato evidenciado no filme Rei dos Reis. Vide Matheus 27: 11-26; Lucas 23: 13-25.

Já em Missões com Robert de Niro e Jeremy Irons expressa bem o que significa ter propósito ou ideal.

 

 

Um filme de reflexão histórica da América Ibérica que escravizava Índios autorizada pelas respectivas Coroas, em acordo com a cúpula da Igreja.

Exceto os jesuítas, que protegiam os nativos em suas Missões, ao menos até elas serem extintas, mesmo à força.

Provérbios: 19: 21.

Pra concluir.

***********
José Vasconcelos.
vascohomosapiens@gmail.com
Colabora com este jornal desde 2016.
Inverno de 2019.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.