Guarujá representa América do Sul com quatro embaixadores mundiais da IUCN | Boqnews
Foto: Divulgação / PMG

Meio Ambiente

06 DE JANEIRO DE 2023

Guarujá representa América do Sul com quatro embaixadores mundiais da IUCN

Guarujenses compõem o seleto grupo de 18 embaixadores do Planeta e foram escolhidos após o Congresso Mundial da Natureza, na França

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Guarujá representa a América do Sul e tem quatro dos 18 embaixadores mundiais do programa “Panorama pela Conservação do Mundo”. No entanto,  desenvolvido pela organização civil International Union for Conservation of Nature (IUCN).

Portanto, o secretário municipal de Meio Ambiente, o secretário adjunto, o superintendente de Pesquisas e Meio Ambiente Urbano, e a gestora da Área de Proteção Ambiental (APA) Serra do Guararu são os quatro embaixadores brasileiros da IUCN.

A instituição tem ligação com a Organização das Nações Unidas (ONU) e à Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciências e a Cultura (Unesco).

Sendo assim, o Município teve reconhecimento pela gestão da Área de Proteção Ambiental (APA) Serra do Guararu.

Portanto, na escolha houve resultado na apresentação do case de sucesso sobre a APA Serra do Guararu no Congresso Mundial da Natureza, que aconteceu ano passado pela IUCN, em Marselha, na França.

Durante o Congresso Mundial houve o lançamento da Rede Panorama e feito o convite para participação dos quatro guarujaenses, empossados embaixadores.

A rede Iclei reconheceu a APA Serra do Guararu como modelo de gestão ambiental pela unidade sustentável de preservação do ecossistema e permissão do uso público de comunidades tradicionais.

A IUCN é responsável pelas publicações científicas e acadêmicas sobre extinções na flora e fauna. Dessa forma, seus catálogos são utilizados como bibliografia nos debates sobre mudanças climáticas.

A instituição reconheceu o potencial da APA Serra do Guararu por suas características.

 

A APA

Portanto, o território fica na região do Rabo do Dragão e possui mais de 25 quilômetros quadrados de extensão.

O território abriga remanescentes de Mata Atlântica com florestas, manguezais e restinga e comunidades tradicionais caiçaras.

A APA de Guarujá é o primeiro projeto brasileiro publicado na plataforma da Rede Panorama, o que permite a visibilidade internacional da iniciativa. Assim, com a divulgação, o projeto de governança e gestão da APA pode servir de referência para outros países.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.